Olhar Direto

Segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Notícias / Política MT

Com polícia na porta, funcionários são impedidos de entrar na Santa Casa

Da Redação - Fabiana Mendes

03 Mai 2019 - 14:33

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Com polícia na porta, funcionários são impedidos de entrar na Santa Casa
Funcionários da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá foram impedidos pela Polícia Militar de entrar na unidade, na manhã desta sexta-feira (3), por conta de uma auditoria feita pelo secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo. A assessoria de imprensa da Pasta afirmou que como o prédio não está em funcionamento, o estabelecimento segue fechado.

Leia mais:
Governo assume a gestão da Santa Casa de Cuiabá e R$ 7 milhões devem ser 'destravados'

Uma força-tarefa que contou com o secretário de Saúde, a Auditoria Geral do Sistema Único de Saúde (SUS) e a Controladoria Geral do Estado (CGE) foi montada para avaliar as condições de estrutura do prédio. Depois disso, será feito um inventário com as informações levantadas. Os funcionários reclamaram que ficaram sob a chuva, ao lado de fora do prédio. 

Na tarde de quinta-feira (2), o governador Mauro Mendes (DEM) anunciou que o Estado iria gerir a Santa Casa,  que está fechada desde março deste ano, por conta de problemas financeiros. Este deve ser o último passo para que sejam destravados os R$ 7 milhões aportados pela prefeitura e a Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), que serão utilizados para pagamento de salários atrasados.
 
Para 'salvar' a Santa Casa, o governo fará a requisição administrativa de bens e serviços, que é uma espécie de intervenção na unidade de saúde. A medida é tomada nos casos em que há ameaça ou solução de continuidade dos serviços de saúde. Como é uma entidade privada, a empresa receberá uma indenização por parte do Executivo.
 
Em razão da requisição administrativa da unidade hospitalar, o Estado assume todo o controle do estabelecimento e de seus equipamentos de forma emergencial e temporária, com o objetivo de assegurar o atendimento de média e alta complexidade aos usuários do Sus.
 
"A partir de hoje, estamos tomando a posse física deste hospital. Temos uma equipe da Secretaria de Saúde já dentro da Santa Casa realizando as adequações. Na medida do possível, vamos trabalhar para que ela seja reaberta o quanto antes. Ainda não vamos dar prazo, porque existem questões higienização, contratação de funcionários, entre outros", disse o governador Mauro Mendes.

11 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Complicado
    04 Mai 2019 às 08:07

    Engraçado que os que roubaram não foram os funcionários que batem ponto..chegam no horário. Parece que o governo esquece que o roubo vem dos grandes. Vamos dar um pouco de dignidade aos pacientes e família.

  • Luiz otavio
    04 Mai 2019 às 00:38

    pelo nivel das pessoas envolvidas ,vendo o estado dos hospitais regionais , a incapacidade administrativa do estado ,um hospital desse porte com essa estrutritura a unica conclusão que isso esta servindo a interesses financeiros de alguem

  • Bianca
    03 Mai 2019 às 22:12

    E nada vai acontecer para aqueles que deixaram o maior rombo nas contas da Santa Casa, praticamente falindo a mesma?

  • Lala
    03 Mai 2019 às 19:28

    Isso não passa de bandeira política tanto pata Mauro quanto para Gilberto. Ambos adoram platéia. Gilberto no senai adorava ser o rei e Mauro olá Fiemt é um pouco pior. Não estão pensando na população mas sim nos votos kkkkk

  • Valdeci
    03 Mai 2019 às 18:49

    Fecha Santa Casa!

  • Celso Amorim
    03 Mai 2019 às 18:22

    Corretíssimo nosso governador.

  • Juracy Ady
    03 Mai 2019 às 18:22

    Parabéns governador. Rumo à reeleição.

  • Sampaio
    03 Mai 2019 às 17:30

    Tomara Deus que não seja uma famigerada OSS , do Silval Barbosa e do Pedro Henry , indicada para administrar a Santa Casa ... Nem CPI e nem o antigo Governador tiveram força para barrar essas famigeradas ....

  • Luiz
    03 Mai 2019 às 16:47

    Mas um drama sem fim para a sociedade, a intenção seria até e salutar se o estado fossem competente para administrar alguma coisa, mas se tratando do governo do Estado que até pouco tempo a rede hospitalar do estado era administrado por oss por pura incompetência de quem do estado, agora quer dar uma de bom samaritano, como uma invenção esfarrapada de requerimento administrativo só para não pagar os resíduos trabalhista dos funcionários sem respaldo jurídico para administrar essa instituição, tá de brincadeira mauromente se o governo não da conta de ADM 4 hospitais regionais, quê também se encontra em colapso por na gestão do governo, sem dizer que está instituição que atendem a demanda de alta complexidade do SUS está nessa situação por patrocínio dos governos estadual e municipal que deixaram de repassar o valores devidos a sociedade filantrópicas pelos serviços prestados, e bem como a ma gestão dos diretores da entidade, o que começa mal tem tudo pra acabar mal. O resto é piada

  • jorge luiz
    03 Mai 2019 às 15:43

    ou seja, o estado está intervindo na Santa Casa, vai colocar quem ele quer na Administração e os funcionários da Santa Casa que vão para onde quiser, menos é lá é claro.

Sitevip Internet