Olhar Direto

Terça-feira, 16 de julho de 2019

Notícias / Política MT

Deputado alerta para risco de retirada de atendimentos de pediatria da Santa Casa

Da Redação - Érika Oliveira

11 Mai 2019 - 16:10

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Deputado alerta para risco de retirada de atendimentos de pediatria da Santa Casa
O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) vê com preocupação a possibilidade de retirada, por parte do Governo do Estado, dos serviços de baixa e média complexidade da Santa Casa de Cuiabá, que englobaria entre outras atividades o atendimento à pediatria na unidade, até então referência em Mato Grosso. A hipótese foi ventilada pelo Executivo após a requisição administrativa dos bens e serviços do hospital, que passará a ser gerido pela Secretaria de Estado de Saúde e funcionará como um hospital público estadual.

Leia mais:
Governo deve cortar 40% dos funcionários da Santa Casa de Cuiabá

“A Santa Casa ela não oferecia só alta complexidade, ela oferecia uma serie de procedimentos de baixa e de média, especialmente nas cirurgias. Então, se o Governo do Estado quiser dar à Santa Casa o perfil assistencial apenas de alta complexidade, na minha leitura nós teremos problemas na baixa e na média, porque há uma demanda reprimida exatamente para cirurgias de vesícula, de hérnia, que antes a Santa Casa realizava em sua rotina. Pediatria! A Santa Casa tem uma enfermaria com mais de 60 leitos de pediatria, era porta de entrada para urgência e emergência de pediatria no Estado. E isso não é alta complexidade. É importante ampliar a alta complexidade, mas é importante manter os serviços que a Santa Casa já realizava antes de seu fechamento”, argumentou o deputado, em entrevista à Rádio Capital FM.

A “apropriação” da Santa Casa foi anunciada pelo governador Mauro Mendes (DEM) no início de maio, depois de quase dois meses do encerramento das atividades do hospital, fechado desde o dia 11 de março por conta de problemas financeiros.

Em razão da requisição administrativa da unidade hospitalar, o Estado assume todo o controle do estabelecimento e de seus equipamentos de forma emergencial e temporária, com o objetivo de assegurar o atendimento de média e alta complexidade aos usuários do Sistema Único de Saúde. Ao anunciar sua decisão, Mendes afirmou que todos os contratos e serviços até então ofertados pela Santa Casa seriam revistos.

“Eu considero, nesse momento, que a decisão do governador foi correta. E, agora, a gente ta fazendo um esforço par que dê tudo certo, que a Santa Casa retome seu funcionamento, os funcionários tenham os salários atrasados pagos e a população volte a ser atendida. Mas esses serviços precisam ser mantidos. É um dialogo que nós vamos ter que levar adiante com a Secretaria de Saúde”, pontuou Lúdio Cabral.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Mari
    13 Mai 2019 às 10:32

    Que médico em sã consciência, vai trabalhar na Santa Casa? Calote na certa.

  • Dalmo Sousa
    11 Mai 2019 às 19:43

    Demagogia desse deputado. Mauro Mendes já salvou Santa Casa, que é particular. Crianças foram enviadas para pediatrias do hospital do câncer. Mauro Mendes rumo à reeleição!

Sitevip Internet