Olhar Direto

Quarta-feira, 26 de junho de 2019

Notícias / Cidades

Guarda municipal morreu um dia após aniversário do filho; motorista de Celta não tinha CNH

Da Redação - Fabiana Mendes e Thaís Fávaro

19 Mai 2019 - 17:00

Guarda municipal morreu um dia após aniversário do filho; motorista de Celta não tinha CNH
Vítima de um acidente de trânsito na Avenida da FEB, em Várzea Grande no último dia 13, o guarda Municipal Marcel Silveira, de 34 anos, morreu um dia após o aniversário de um ano do filho. Através de uma postagem no Facebook, a esposa celebrou a data. Lotado na Coordenadoria da instituição, o servidor público era muito querido por todos do trabalho.
 
A vítima estava em uma moto Biz, quando foi atingida por um Celta, que o arremessou em um HR-V. O motorista Marlon Diego de Almeida Genaro, de 19 anos, não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH), foi submetido ao teste do bafômetro, que não apontou ingestão de bebida alcóolica.

Leia mais:
Guarda Municipal morre ao ser arremessado contra veículo na Avenida da FEB
 
O comandante da GM, Evandro Homero lembrou que Silveira sempre foi um rapaz alegre. “Uma pessoa extremante divertida, estava constantemente em parques com a esposa, filho. Era um rapaz cheio vida, que estava valorizando sua vida juntamente com a família”, disse. Marcel estava na Instituição há quatro anos. 




Homero relatou ainda que é necessário unir esforços para fiscalizar a velocidade nas vias, além de pessoas que circulam sem CNH e com documentação de veículo vencida.  “Pedimos a compreensão das pessoas para que não critiquem a Guarda Municipal. Esse é nosso papel, fiscalizar para ter um trânsito mais seguro, uma via onde as pessoas respeitem o limite de velocidade, de pessoas que conduzam motocicletas e veículos que possuem habilitação. Essas pessoas tem que ser punidas. Se não conhece CTB não tem que pegar veículo, se não conhece placa de sinalização, não tem que pegar veículo. Por isso tem que fazer a autoescola para aprender a ter domínio do veículo”.

O acidente ocorreu por volta das 15 horas.  A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e Delegacia de Trânsito (Deletran) estiveram no local. O trânsito nas proximidades do acidente ficou bastante congestionado no sentido Várzea Grande a Cuiabá. 

A Polícia Civil deverá investigar as causas do acidente.
 
 

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • eleitor
    20 Mai 2019 às 10:45

    Meus sentimentos a familia muito triste por favor estas blitz precisam acontecer diaria pois nao so nas baladas ,mais nas ruas tirando das ruas motoristas inrresponsaveis com documentos atrasados carteiras de motoristas vencidas e sem carteira para que possam saber ter responsabilidade porque sabem que as blitz tem acontecido sexta sabado nas portas das baladas e enquanto isso estas pessoas que estao andando na rua durante o dia e matando e sexta sabado se recolhem pois sabem que pode ser pegos a populaçao agradece.

  • Sebastiana Medeiros de Assis
    20 Mai 2019 às 02:50

    Que triste. Tudo culpa de uma faixa de pedestre mal projetada, em lugar inapropriado causando vários acidentes quase todo dia. Uma pena. Devia acionar a prefeitura na justiça por causa desse erro que anda causando esses acidentes diariamente no local.

  • lUIS
    19 Mai 2019 às 21:33

    Lamentável. Meus sentimentos a família. É triste ver que o objetivo maior nas blitzes é só arrecadar com os bêbados. Sempre tem blitz a noite na saída das baladas, mas nunca tem blitz durante o dia pra pegar irresponsáveis sem carteira de habilitação e os veículos em péssimas condições. Sem contar que não tem multa de grande valor nem pra quem dirige sem habilitação nem pra quem mata no trânsito. Se o motorista tivesse bebido e tivesse sido parado em alguma blitz teria que pagar uma multa muito alta, mas como não bebeu, não vai dar em nada. Legislação ridícula que só quer arrecadar em cima de quem bebe. E quem dirige sem carteira? E quem mata no trânsito? Até quando?

  • Moacir
    19 Mai 2019 às 20:21

    Concordo plenamente com o comandante da GM, mas também cobro dos órgãos públicos uma solução para a Av. da FEB e da Av. do CPA . Estas Av. Mostrar claramente o tipo de administração que não se preocupam nem um pouco com a mobilidade urbana. Duas faixas estreitas em cada lado de uma tentativa frustrada de fazer o tal do VLT que só rendeu trastorno e prejuízo para a população, e agora ao invés de alargarem as faixas enchem de grama, bom lugar para os administradores matarem a fome quando a grama crescer

  • Pica-pau cuiabano
    19 Mai 2019 às 19:27

    Ninguém fiscaliza nada neste país é por isso que esse tipo de coisa acontece, no Detran mesmo a uns meses atrás fui transferir um veículo para meu nome, enquanto estava na vistoria passaram 3 pessoas dirigindo e pilotando moto sem CNH, perguntei para um rapaz que trabalha lá se isso podia. O mesmo me respondeu poder não pode e eu não posso fazer nada, o presidente do Detran é o diretor da veículos sabem disso e nada fazem para mudar essa realidade. Resumindo DETRAN não presta pra nada.

  • Marcos
    19 Mai 2019 às 18:59

    Esse é o preço do jeitinho brasileiro..morte sobre mortes no trânsito.. todos sofrem e ainda são xontra controles mais fortes contra infratores..

Sitevip Internet