Olhar Direto

Notícias / Política MT

Julio Campos critica filhos do presidente, Olavo de Carvalho e diz que Governo está errando muito

Da Redação - Érika Oliveira

16 Mai 2019 - 08:41

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Julio Campos critica filhos do presidente, Olavo de Carvalho e diz que Governo está errando muito
Um dos defensores mais ativos do presidente Jair Bolsonaro (PSL) durante a campanha, o ex-governador de Mato Grosso Júlio Campos (DEM) repreendeu, na última terça-feira (14), o início da gestão bolsonarista. O democrata criticou a interferência de Olavo de Carvalho, guru de Bolsonaro, e dos filhos do presidente no Governo. Campos considerou, ainda, que o pesselista precisa “se abrir mais” ao diálogo e à política.

Leia mais:
Governo Bolsonaro condiciona liberação do FEX à aprovação da Reforma da Previdência, diz Mauro Mendes

“Hoje, infelizmente, o Governo tá errando muito. Principalmente no uso incontrolável da mídia social. Ao invés de ajudar atrapalha o andamento do Governo, o andamento das votações no Congresso e causa esses atritos que o senador Jayme Campos realçou. Eu acredito que tava na hora de dar um freio de arrumação no Governo. E controlar um pouco, não só o twitteiro Bolsonaro nas suas rompancias, mas também os seus filhos que não são fáceis de administrar, né?! Causam mais problema do que apoio. Além daquele cidadão, tal de Olavo de Carvalho, astrólogo, filosofo, sei lá o quê, que lá dos Estados Unidos, ausente do Brasil há mais de 20 anos quer dar ordem e, principalmente, quer criticar os militares no Governo, que são o grande esteio da atual administração”, avaliou o democrata.

A fala de Júlio vai de encontro ao discurso de seu irmão, o senador Jayme Campos, que faz parte da base governista, mas vem reclamando da articulação de Bolsonaro no Congresso, classificada por ele como uma “política chantagista”, por conta do condicionamento de políticas públicas à aprovação da Reforma da Previdência.

Jayme também faz parte da comissão mista que analisa a MP 870/2019, que trata da reforma ministerial, e votou contra a ida do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) para o Ministério da Justiça. O ato foi considerado uma derrota para o Governo.

“Governar é a arte de saber dialogar, é arte de saber fazer política, não com fisiologismo porque ninguém quer empreguismo, ou algo de errado, mas ser ouvido para melhorar qualquer tipo de atuação. E o presidente tem que entender que governar uma nação como a brasileira, multirracial, multicultural, tem que ter muita paciência, diálogo e tem que se abrir um pouco mais”, pontuou Júlio Campos.

14 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Henrique Malheiros
    17 Mai 2019 às 19:35

    Falou tudo que eu queria falar, pois eu tambem votei em Bolsonaro, á pedido do Julio Campos, mais estou meio triste e decipicionado com o andamento do seu Governo. Não estou vendo ele seguir pelo caminho certo, é só briga e picuinhas todo dia, vôte....assim não vai dar certo

  • Oséias Batista Rocha
    17 Mai 2019 às 08:02

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Cidadão
    17 Mai 2019 às 06:52

    Com todo respeito a esse site, mas quem está interessado em saber opinião de Júlio Campos, vão procurar matéria que se preste para nos informar...

  • Fernando
    17 Mai 2019 às 00:28

    O título deveria ser presidiário crítica filho do presidente, mas como estamos no Brasil é assim mesmo. Tem gente que acha que a população é troux... ainda.

  • Mario Tupinamba
    16 Mai 2019 às 18:45

    Os Campos são os responsáveis pelo atraso de várzea grande.

  • Ana da Várzea grande
    16 Mai 2019 às 18:45

    Raimundo mitou com seu comentário "quem é esse senhor da fila do pão". Olhar direto até trocou a foto! Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Toninho do CPA
    16 Mai 2019 às 14:52

    Falou a voz da experiência. Que nunca fez nada por MT e Várzea Grande...

  • Ana Lídia
    16 Mai 2019 às 11:42

    Falou a voz da experiência. Parabéns pelo raciocínio claro e lúcido.

  • kono
    16 Mai 2019 às 11:13

    Nesse ponto concordo com o Júlio Campos, o diálogo é imprescindível na política.

  • Dalmo Sousa
    16 Mai 2019 às 11:11

    Pelo menos Bolsonaro começou errar agora. Julio Campos sempre errou. Várzea Grande é a prova com seu atraso.

Sitevip Internet