Olhar Direto

Terça-feira, 20 de agosto de 2019

Notícias / Cidades

Motorista da ConcreMax é flagrado ao furtar concreto de caminhão e vender para comerciante em Cuiabá

Da Redação - Fabiana Mendes

16 Mai 2019 - 09:42

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Motorista da ConcreMax é flagrado ao furtar concreto de caminhão e vender para comerciante em Cuiabá
Um motorista, de 36 anos, da empresa ConcreMax, foi flagrado, após vender concreto usinado para um comerciante, na noite desta quinta-feira (16), no bairro Novo Terceiro, em Cuiabá. A situação foi descoberta depois que o sistema de monitoramento do veículo apontou que ele teria saído da rota de entrega.

Leia mais:
Feto encontrado por moradora em lixeira era de animal

De acordo com informações do boletim de ocorrência, uma equipe da Polícia Militar foi acionada para se deslocar até a empresa, que faz trabalhos de engenharia, saneamento, além da venda de concreto usinado. O gerente da empresa informou que o motorista havia sido flagrado pelo sistema de monitoramento, que apontava que ele estava fora da rota prevista para entrega.
 
Diante da situação, uma equipe se deslocou até o local indicado pelo sistema. Na empresa, o proprietário afirmou que o motorista teria vendido concreto por três vezes para ele. Cada caminhão de concreto custaria R$ 350.  
 
Os envolvidos foram encaminhados pela PM à Central de Flagrantes para registro da ocorrência. O motorista deverá ser autuado por furto e o comerciante por receptação.

Alvo de opereção 

A ConcreMax já foi alvo de uma das fases da Operação Sodoma. A operação é um desdobramento da delação do ex-secretário de Indústria e Comércio, Pedro Nadaf.
 
As ações seriam referentes a uma nova fase da 'Sodoma'. No processo relativo à Operação Sodoma, as investigações versam sobre uma suposta organização criminosa voltada à prática de crimes contra a administração pública e lavagem de dinheiro, por meio de fraudes em incentivos fiscais.  

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet