Olhar Direto

Sexta-feira, 24 de maio de 2019

Notícias / Cidades

Segurança intensifica blitzes na região metropolitana e foca em apreensão de veículos irregulares

Da Redação - Wesley Santiago

16 Mai 2019 - 10:26

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Segurança intensifica blitzes na região metropolitana e foca em apreensão de veículos irregulares
As forças de segurança deram início, nesta quinta-feira (16), à ‘Operação Integrada Salutem’, com o objetivo de intensificar as fiscalizações e blitzes na região metropolitana de Cuiabá. Um dos focos é a apreensão de veículos irregulares, com registros de roubos ou que estejam sendo utilizados para cometimento de crimes. Além disto, o cumprimento de mandados de prisão também receberá atenção especial.

Leia mais:
Blitz prende cinco motoristas alcoolizados e multa 40 na Avenida Miguel Sutil
 
A ação visa à prevenção e repressão imediata aos crimes de roubos e furtos de veículos e cargas, adulterações de sinais de identificação veicular, tráfico de entorpecentes, transporte irregular de cargas, porte ilegal de arma de fogo, descumprimento de medidas sanitárias, entre outros.
 
As próximas fases consistem em profilaxia (barreiras e saturação), contenção (cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão). A previsão é que a operação seja realizada ao longo de 30 dias, incluindo todas as fases e etapas.
 
“A ideia é potencializar ações policiais, cumprimentos de mandados. A Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derrfva) também está com a gente. A intenção é fazer barreiras, abordagens, checagem de veículos. É a polícia na rua protegendo o cidadão e combatendo o crime”, disse ao Olhar Direto o comandante da Polícia Militar, o coronel Jonildo José Assis.
 
Segundo o secretário-adjunto de Integração Operacional da Sesp, coronel Victor Fortes, a ideia principal é esta de intensificar as fiscalizações. “Queremos reduzir também o índice de roubos e furtos de veículos. Vamos saturar a questão de blitzes e operações fiscalizatórias. Esta operação decorre de um período anterior”.
 
O comandante do CR2, coronel Marcos Roberto Sovinski, pontua que Várzea Grande passa por um momento histórico de redução de homicídios. “Nos quatro primeiros meses, foram dez assassinatos contra 31 do ano passado, que já foi baixo. Isso representa uma redução de mais de 60%. Este trabalho integrado que vem sendo feito contra diversos tipos de crimes é um dos fatores para termos estes resultados”.
 
“Hoje vamos bater firme em bairros problemáticos da cidade. Quem ganha com estas operações é a cidade. O cidadão, em algum momento da vida ele, se revolta e resolve mudar de casa por conta da violência, criminalidade. É triste quando as pessoas deixam sua moradia por causa de crimes. Estamos fazendo este trabalho justamente para evitar isto e para que as pessoas sintam orgulho de morar aqui”, finalizou o comandante.
 
Serão contempladas as Regiões Integradas de Segurança Pública (Risp’s) II. Os municípios que a compõem são: Várzea Grande, Nobres, Jangada, Rosário Oeste, Nossa Senhora do Livramento e Poconé.
 
A operação é realizada de forma integrada pelas Polícias Militar (PM-MT), Judiciária Civil (PJC-MT), Rodoviária Federal (PRF), Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT), Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), Detran, Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), Indea, Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-MT) e Guarda Municipal de Várzea Grande.

15 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Juracy Ady
    17 Mai 2019 às 12:44

    No capitalismo quem não tem competência, não se estabelece. Está sem dinheiro para IPVA, vende o carro. Orgulhosa da PM.

  • Vinicius Tenuta
    17 Mai 2019 às 12:43

    Corretíssimo apreensão. Eu pago meu IPVA. Todos têm que pagar.

  • eleitor
    17 Mai 2019 às 09:01

    essas blits tem acontecer na região central tambem de surpresa, muitos sem carteira de motoristas vencidas documentação atrasadas precisamos de blits sim para concientizar as pessoas e com isso termos um transito mais seguro e responsavel .

  • Eva
    17 Mai 2019 às 08:58

    Engraçado alguns comentários pegar carro de trabalhador que não tem condições de pagar seu IPVA, me poupe, ande a pé. Chegou no Brasil ontem que não sabe que precisa pagar os impostos e a alma para o governo. Desde quando este ou qq governo aliviou o cidadão de paga-los?

  • paulo roberto
    16 Mai 2019 às 20:04

    Essas blitz nada mais é verificação de IPVA se está atrasado, somente isso né PM......

  • Aroldo Nunes
    16 Mai 2019 às 18:05

    Essas Blits e so para pegar o trabalhador que não tem condições de pagar seu ipva.

  • João
    16 Mai 2019 às 16:52

    Deveria incluir a secretaria de meio ambiente e fiscalizar os sons auto de veículos e residência, Várzea tornou-se terra sem Lei onde ninguém consegue ter paz nem dentro de casa pessoas ligam som nas altura sem preocupar com idosos crianças e pessoas doentes. Quando ligamos para as autoridades eles simplesmente dizem que não podem fazer nada.

  • CURIOSO
    16 Mai 2019 às 16:42

    O QUE VAI TER CARRO DE POLIÇA PRESO ...

  • CURIOSO
    16 Mai 2019 às 16:41

    NÃO VAI ME DIZER QUE VAI FAZER AS 17 HS NA AV. DAS TORRES ISSO É BRINCADEIRA, FAÇA BLITZ DURANTE A NOITE OU NA PORTA DOS BATALHAÕES

  • Ares
    16 Mai 2019 às 16:10

    Não sei porque o chororô brasileiro não tem outra serventia a não ser pagar impostos alguns acham até que tem direito a saúde educação e segurança kkkkkkkkkkkkkkkkkk não tem moral pra cobrar as mudanças as leis porque vende o voto queria soltar um presidiário para elege lo como presidente do Brasil depois lançaram um candidato a presidente com mais de 32 processos na justiça isso mesmo 32 processos e ficam com chororô

Sitevip Internet