Olhar Direto

Quarta-feira, 22 de maio de 2019

Notícias / Cidades

Mulher é presa após tentar agredir advogada no Fórum de Cuiabá

Da Redação - Fabiana Mendes

16 Mai 2019 - 15:55

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Mulher é presa após tentar agredir advogada no Fórum de Cuiabá
Uma mulher de 34 anos identificada como C.C.L. foi presa após tentar agredir uma advogada nas dependências do Fórum de Cuiabá, no Centro Politico Administrativo (CPA), no final da manhã desta quinta-feira (16). Na ocasião, ela resistiu à prisão e desacatou policiais militares.

Leia mais:
Homem é preso após agredir defensora pública e advogado durante audiência em Fórum

Consta do boletim de ocorrência, que por volta das 11h30, uma equipe da Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de desentendimento entre duas mulheres. No local, os policiais avistaram um homem que os chamava. Ele seria esposo da advogada, que tentava conter a situação, enquanto ela permanecia no interior de um carro.
 
A suspeita estava exaltada e tentava agredir a advogada. Por várias vezes ela recebeu ordens para se afastar do veículo, para que a advogada fosse embora, mas não acatou. Na ocasião, ela ainda proferiu xingamentos aos militares: "Vocês policias vão para a p... que pariu com a advogada", descreve o BO. 

Os policiais tiveram que segurar a mulher, para que a advogada fosse embora. Ela tentou se desvencilhar da imobilização, caiu no chão e teve uma lesão na boca. A suspeita teve que ser encaminhada à Policlínica do Verdão para receber atendimento médico. Na sequência, a suspeita foi encaminhada à Central de Flagrantes para confecção da ocorrência.
 
O caso foi registrado como desobediência e desacato. A advogada defende o ex-marido da agressora. A ocorrência não cita o motivo do desentendimento entre ambas. 

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Nane
    16 Mai 2019 às 22:23

    Bem feito. Foi é pouco. Queria era se aparecer.

  • José Inocêncio
    16 Mai 2019 às 21:37

    Essa senhora que foi presa pela PM está em momento de luto pela morte de seu pai, em concomitante a isso foi despejada de sua residencia que era de seu pai, tem tres filhos pequenos sendo dois com o individuo referente a audiencia em que foi designado a pensão de 200 reais e ela então surtou com tudo isso e partiu para cima da advogada de seu ex marido e pai de dois de seus tres filhos. Ante a sua tentativa de agredir a advogada foi detida pela PM e por estar surtada ela tentava se desvencilhar da PM se jogando. Agora eu pergunto por que tinha que virar um caso de Policia um assunto de justiça e ainda cade a assistência social do Judiciário ????? Pelo que consta na audiencia não tinha nenhum advogado para defende la agora apareceu ?????

  • Ivanete
    16 Mai 2019 às 16:58

    Notícia mentirosa. Eu eu vi a mulher sendo agredida pelo PM, que deu um murro com a mão fechada no rosto dela. Depois uma viatura chegou e levaram a mulher para não sei onde. A advogada e o ex marido da mulher já tinham ido embora quando isso aconteceu. Mesmo que ela tivesse xingado os policiais, não deveriam ter agredido ela dessa forma. REVOLTADA

Sitevip Internet