Olhar Direto

Quarta-feira, 26 de junho de 2019

Notícias / Política MT

Deputado acusa governador de negligência após fechamento de cadeia

Da Redação - Vinicius Mendes

19 Mai 2019 - 16:41

Foto: Karen Malagoli/ALMT

Deputado acusa governador de negligência após fechamento de cadeia
O deputado estadual Elizeu Nascimento (DC) disse que o governador Mauro Mendes (DEM) está sendo negligente com o interior do Estado de Mato Grosso após a decisão de desativar a Cadeia Pública de Aripuanã, com possibilidade de desativar mais dez unidades. Ele ainda critico os parlamentares da base do Governo, que segundo ele, estão deixando de lado o bem estar da população ao apoiar as medidas do Executivo, como o fechamento de delegacias no interior de Mato Grosso.
 
Leia mais:
Fechamento de delegacias é inevitável, defende secretário de Segurança Pública
 
Foi realizada na última semana uma audiência pública, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), com a finalidade de debater o fechamento proposto pelo Executivo das cadeias públicas e do Centro de Detenção Provisória (CDP), no estado de Mato Grosso. Compareceram à audiência representantes do Governo, do Poder Judiciário, deputados e agentes prisionais.
 
Na ocasião, o deputado Elizeu Nascimento criticou a medida proposta pelo governador Mauro Mendes, acusando-o de negligência, pois acredita que haverá um aumento na criminalidade.
 
“Isso aí só pode ser negligência. Fechar repartições públicas que fazem investigação, que fazem perícia nas cidades, que lavra o boletim de ocorrência da vítima de um assalto, fechar a cadeia que recolhe estes detentos, vai gerar um certo desconforto dentro do sistema penitenciário, porque a distância para a família ir visitar este detento vai ser grande, e isto gera um desgaste no sistema penitenciário. Eu estou falando com conhecimento de causa, trabalhei na polícia militar por 18 anos, 14 anos servi na Rotam, a Rotam já fez muitos trabalhos em rebeliões em presídios do Estado inteiro”, disse o deputado.
 
A medida é mais uma das que o Governo tem tomado para tentar poupar gastos. Os detentos devem ser remanejados para outras unidades prisionais. O deputado, porém, acredita que esta não é a melhor saída.
 
“Fechar delegacia e cadeia pública não é gerar economia não, isso vai gerar prejuízo ao cidadão mato-grossense, porque a partir do momento em que começarem a matar gente por latrocínio, como já vem acontecendo em zona rural, em cidades que tem criação de gado por exemplo, infelizmente é revoltante”, disse.
 
Elizeu ainda criticou a postura de alguns deputados, da base aliada do Governo, que tem apoiado as medidas do Executivo para economizar com os gastos, e segundo ele, estão deixando o bem estar do cidadão de lado.
 
“Infelizmente aqui na Assembleia nós temos uma quantidade de deputados independentes hoje bem reduzida em relação à quantidade de deputados que fazem parte da base, então tomam algumas decisões, às vezes por alguns benefícios pessoais, e infelizmente estão deixando de lado o bem estar do cidadão mato-grossense, que nos colocou aqui para representá-los”.

Nota da Sesp

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) e a Adjunta de Administração Penitenciária estabeleceram, via portaria n° 95/2019, a composição de um grupo de trabalho para elaboração e apresentação de estudos de viabilidade para cumprimento de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que prevê desativação ou ampliação de unidades penais.

O TAC, homologado no ano passado em Ação Civil Pública em tramitação na Comarca de Cuiabá, estabelece a desativação ou ampliação dos estabelecimentos penais como condição para o primeiro chamamento do cadastro de reserva do concurso de agentes penitenciários. 

A comissão é composta por representantes do Sindicato dos Servidores Penitenciários de Mato Grosso (Sindspen-MT), do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Tribunal de Justiça (TJ-MT), Conselho Curador da Fundação Nova Chance e servidores da própria Secretaria. Portanto, qualquer decisão futura sobre o assunto não será tomada de forma unilateral, e será embasado no resultado da análise técnica apresentada pelo grupo.

A portaria estabelece, ainda, que determinações judiciais ou acordos de outras Comarcas estão excluídos do estudo em questão. O prazo para finalização dos trabalhos é de 90 dias, a partir da data de publicação, 14 de maio de 2019, prorrogável por igual período.

15 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Douglas Augusto
    20 Mai 2019 às 20:32

    Grande parte das cidades interioranas do nosso estado carecem de estruturas públicas. Creio que pela lógica uma boa governabilidade deve trazer melhorias e não abandono! Parabéns Deputado.

  • El Cid
    20 Mai 2019 às 09:04

    Deputado, pegue do seu salário e pague as despesas com essas unidades desnecessárias que existem no interior.

  • Mato Grosso MAIS
    20 Mai 2019 às 07:19

    Sugiro ao renomado deputados estaduais que utilizem o seu valor de verba indenizatória para ajudar o estado realizar reforma e construções

  • Joguei Voto fora
    19 Mai 2019 às 23:23

    Nunca mas voto neste deputado

  • Mariane Barros
    19 Mai 2019 às 18:44

    O governador e seus assessores deveriam analisar melhor a atual realidade de Aripuanã onde há 8 meses um garimpo clandestino esta funcionando 24 horas por dia, que além de trazer insegurança ao município está tirando todo o ouro sem pagar nenhum imposto e benefícios a Aripuanã. Temos também a Empresa multinacional Nexa que está sendo instalada no município e consequente vários trabalhadores e seus familiares estão mudando e mesmo assim com toda essa mudança em nosso município o governador fechou a delegacia. O que faremos quando precisarmos lavrar um boletim de ocorrência??? Juina e Colniza que são cidade “mais perto” ficam a 200 km de estrada de chão que na seca a poeira toma a visibilidade e na chuva os atoleiros fecham as vias. Estamos cada dia pagando mais impostos e tendo menos direito. E no caso de Aripuanã além de não termos estradas, agora não teremos mais segurança!

  • Fernando
    19 Mai 2019 às 17:39

    Parabéns deputado Elizeu Nascimento por defender a população

  • Junior Fortes
    19 Mai 2019 às 17:34

    A povo Mato-grossense está com você Deputado Elizeu Nascimento !!!!! #NãoaofechamentodasDelegacias

  • marcelo
    19 Mai 2019 às 17:29

    esse governo invés de melhorar a segurança pública ele que acabar com o fechamento das delegacias parabéns deputado pôr lutar pela permanência das unidades esse governo é um fanfarrão

  • Silvio Dias
    19 Mai 2019 às 17:16

    O governador está economizando só área de segurança pública e deixar o povo sem segurança o deputado tem razão

  • Hélcio Carlos
    19 Mai 2019 às 17:11

    Parabéns ao atuante e independente Deputado Estadual Elizeu Nascimento, vem demonstrando ser o melhor e mais atuante Deputado do Estado de Mato Grosso.

Sitevip Internet