Olhar Direto

Quarta-feira, 26 de junho de 2019

Notícias / Política MT

‘Do meu direito não abro mão de nada’, responde Janaína a seguidor sobre VI

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

19 Mai 2019 - 08:00

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

‘Do meu direito não abro mão de nada’, responde Janaína a seguidor sobre VI
Questionada por um seguidor sobre uma possível redução de 50% da verba indenizatória, como está propondo o deputado estadual Ulysses Moraes (DC), a presidente interina da Assembleia Legislativa, Janaina Riva (MDB), foi taxativa em responder que não irá abrir mão de nenhum benefício e que vai continuar com o seu trabalho para fazer valer o gasto do dinheiro público.

Leia também
Janaina chama Ulysses de "personagem" e cita gasto com VI, passagem aérea e R$ 100 mil em cargos


Para a parlamentar, o deputado Ulysses pode abrir mão de toda sua verba caso seja o seu desejo, mas não pode impor que os colegas da Assembleia façam o mesmo. "A opção é do deputado. Pode abrir mão do que quiser. Do meu direito não abro mão de nada. Trabalho para fazer valer”, disse a emedebista.

A proposta de Ulysses de reduzir a verba indenizatória dos deputados que atualmente é de até R$ 65 mil, para R$ 32 mil, além da obrigação de uma prestação de contas, tem gerado grande polêmica entre os parlamentares.

O projeto de lei foi aprovado nesta semana por 3 votos a 2 na Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária da Casa (CFAEO).

Na quinta-feira (16), Ulysses e Janaina trocaram farpas pela imprensa por causa do projeto, com a emedebista chamando o colega de hipócrita, além de limitado, e o democrata cristão atacando a família Riva, afirmando que ‘quer distância deste sobrenome’.

A discussão sobre o tema parece que não terminou por ai. Já o projeto, segue para votação em plenário, em primeiro turno.

No caso de ser aprovado, seguirá para a Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), onde será apreciado e votado, para voltar em seguida ao plenário, onde passará por nova votação pelos parlamentares da Casa.


82 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • joaquim
    20 Mai 2019 às 16:37

    Problema que os direitos deles são eles mesmos que criam. Os direitos de um poder deviam ser criados/modificados por outro poder. Esse negócio de legislação em causa própria que é o problema.

  • Moreira
    20 Mai 2019 às 12:58

    É este país não tem jeito. É a turma do paletó quer lançar prefeito na cara de pau.

  • Judite
    20 Mai 2019 às 11:51

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Joaquim G.Morais
    20 Mai 2019 às 10:53

    Essa Deputada não tem compromisso com o povo, ela pertence ao ditado muito popular assim"foi eleita pelo povo,mas não tenho obrigação com eleitor algum,pois olho apenas para meu unbigo". Veja um dos projeto recente desta deputada," vendas de peixe,dela.Se é do pai, é dela,nada mais é,multiplicação de patrimônio a familiar.Pois controle de estoque pesqueiro,criar medidas e embtuir ao pescador,seja ele amador ou profissional e pousadas"exemplo: Junto com licença requeira uma quantidade de girino e solta aos rios. Legislar è equilibrar situações possíveis. Como é autora do projeto pesque e solte, passe nas vias,do agrotóxicos e vejam o desagregamento da fauna e da flora, que pequenos e grandes produtor faz, ao olivar esses produtos,nas nascentes,beira lagos e riachos e terrenos declive, esses venenos são levados até os riachos,e como herança nos entrega peixes mortos,será que algum momento foi pensado no estoque pesqueiro ou apenas, proibir a pesca neste projeto,com finalidade oculta. Se sequer melhor estoque pesqueiro,taí grandes oportunidade pra alavancar este sequimento.

  • CHIRRÃO
    20 Mai 2019 às 10:06

    Presente do "PAPI" quando foi o presidente MAIS SUJO E CORRUPTO DA HISTÓRIA DO BRASIL...ESPERAR O QUE?? TAL PAI TAL....

  • Walter
    20 Mai 2019 às 09:42

    Eu sempre digo cobra ninguém bate no meio dela e sim na cabeça, muitos culpam os políticos mais eu fico com a minha tese eu falo que nos não aprendemos votar, ex. Os campos estavao quase morrendo vão lá e ressuscitam eles de novo, Riva fora do senario político só aparecia nas matérias judiciais vao lá e elegem a filha aí alguém pode dizer o que tem a ver a filha com o pai aí digo a fruta não cai longe do pé e a onça já nasce pintada

  • cillmar
    20 Mai 2019 às 09:14

    Esse tem sido um dos maiores males que assola o país , o tal do " MEU DIREITO" ...não só na assembléia legislativa , em todos os setores.... o bônus esta muito maior que o ônus.

  • El Cid
    20 Mai 2019 às 09:13

    O brasileiro morre de medo só de ouvir falar em ditadura! Caso vivêssemos uma ditadura, não haveria parlamento. Daí bilhões de reais seriam empregados em benefício do progresso e desenvolvimento da nação. Mas como goazamos da "democracia", onde tudo pode, essas imoralidades são legalizadas e os beneficiários bradam forte em benefício próprio como essa deputada. No Brasil pagamos muito caro pela tal "democracia".

  • Critico
    20 Mai 2019 às 09:09

    Faz jus ao sobrenome

  • Patropi
    20 Mai 2019 às 09:08

    Estou lendo comentários sobre "que ela está mostrando para que veio". Essa mulher só fala fala e fala, ilude os mais humildes e fica de conversa fiada pra ser candidata ao Governo do Estado, da uma de boazinha. Vão se iludindo povo.

Sitevip Internet