Olhar Direto

Terça-feira, 29 de setembro de 2020

Notícias / Mundo

Cacique Raoni ganha apoio de Macron para construir muro de bambu no Xingu avaliado em 1 milhão de euros

Da Redação - Wesley Santiago

17 Mai 2019 - 10:45

Foto: Thomas Samson / AFP

Cacique Raoni ganha apoio de Macron para construir muro de bambu no Xingu avaliado em 1 milhão de euros
O cacique Raoni Metuktire recebeu o apoio do presidente francês, Emmanuel Macron, na última quinta-feira (16), para a construção de muros verdes feitos de bambu, para delinear a reserva do Xingu. O líder indígena do Alto Xingu, na divisa entre Mato Grosso e o Pará, está na Europa em busca de um financiamento de um milhão de euros. A viagem deverá durar três semanas.

Leia mais:
Cacique Raoni recebe título de cidadão honorário de Paris, na França
 
Raoni foi recebido por Macron na quinta-feira, ocasião em que o presidente lhe assegurou o apoio da França em sua luta para proteger a biodiversidade e os povos da Amazônia, vítimas de um crescente desmatamento.
 
O chefe de Estado francês conversou por 45 minutos no Palácio do Eliseu com Raoni e com três outros líderes da Amazônia - Kailu, Tapy Yawalapiti e Bemoro Metuktire. Ao final da reunião, eles levantaram os braços nos degraus do Eliseu.
 
O objetivo desta viagem de três semanas pela Europa é lançar um SOS junto à opinião pública e aos líderes políticos para salvar a grande reserva do Xingu, uma enorme área de biodiversidade de cerca de 180.000 km2.
 
"Busco um milhão de euros para financiar muros verdes feitos de bambu, para delinear a grande reserva do Xingu, que tem sofrido com a intrusão permanente de traficantes de madeira e de animais, garimpeiros e caçadores, que vêm caçar em nossas terras", disse Raoni em uma entrevista publicada nesta quinta-feira pelo ‘Le Parisien’.
 
Depois do encontro, a presidência disse que a França apoiaria o projeto de Raon", como parte de "seu compromisso com a biodiversidade e no âmbito da presidência do G7" este ano. Esse compromisso, incluindo financeiro, será anunciado posteriormente.
 
Por ocasião desta reunião, o governo francês anunciou que a França planeja sediar uma cúpula internacional de povos indígenas do mundo inteiro, provavelmente em junho de 2020. (Com informações da France Presse)

Comentários no Facebook

Sitevip Internet