Olhar Direto

Quarta-feira, 26 de junho de 2019

Notícias / Política MT

Mauro Mendes apresenta números do Estado a empresários e anuncia revisão de incentivos

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

24 Mai 2019 - 17:25

Foto: Marcos Vergueiro/Secom-MT

Mauro Mendes apresenta números do Estado a empresários e anuncia revisão de incentivos
Em reunião com empresários na Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), nesta sexta-feira (24), o governador Mauro Mendes (DEM), novamente mostrou os números negativos do primeiro quadrimestre de sua gestão e deixou claro que precisará haver cortes em todos os setores para que o Estado volte a ter um equilíbrio nas contas.

Leia também
'Comissionados e efetivos que não cumpriram estabilidade podem ser demitidos', cogita Gallo


O chefe do Executivo ainda afirmou que precisará tomar medidas impopulares, citando a revisão dos incentivos fiscais, para MT superar a crise em que se encontra. “Têm incentivos fiscais que foram concedidos por meio de portarias há mais de 20 anos e nós estamos revendo tudo”, destacou.

Os números, já apresentados pelo secretário de Fazenda, Rogério Gallo, em audiência na Assembleia Legislativa nesta semana, apontam que houve arrecadação menor do que a prevista e que o limite permitido para o gasto com pessoal, previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal ficou acima do permitido na legislação, atingindo o patamar de 61,72%.

O fato, segundo o próprio secretário pode ocasionar na demissão de mais servidores comissionados e até de servidores efetivos que até o momento não cumpriram o período de estabilidade.

Aos empresários, Mauro voltou a dizer que o Estado precisa cortar gastos e que irá precisar da ajuda de todos os setores da sociedade para conseguir resolver o problema das finanças.

“Todos precisam dar sua parcela de contribuição para que seja possível fazer um freio de arrumação e, assim, ser possível mudar o rumo desse Estado, pois com um Estado recuperado, todo mundo ganha. Contudo, se ficar como está, todos nós iremos perder”, disse.

“Precisamos fazer políticas públicas olhando para os problemas, para que seja possível atingir as soluções. Por que com medidas populistas, vamos afundar ainda mais o nosso Estado”, destacou, após apresentar os números.

Além do governador, também participaram da reunião os secretários Gilberto Figueiredo (Saúde), Basílio Bezerra (Planejamento e Gestão), Marcelo Oliveira (Infraestrutura) e Alberto Machado (Gabinete). O deputado estadual Carlos Avalone (PSDB) representou a Assembleia Legislativa.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • LRF X AUMENTO RGA PARA ALGUNS PODERES
    24 Mai 2019 às 20:41

    VAMOS A PERGUNTA, O GOVERNO ESTA FALANDO QUE ESTÁ GASTANDO 61% XOM FOLHA DE PAGAMENTO, MAS ESSE VALOR E O SÓ DO EXECUTIVO OU DE TODOS OS PODERES JUNTOS????? SE O GOVERNO DEU AUMENTO PARA OS OUTROS PODERES E CLARO QUE VAI SUBIR O GASTO COM PESSOAL POIS QUASE TODOS OS PODERES DEU AUMENTO DE RGA PARA SEUS SERVIDORES????? AGORA ME RESPONDERAM AI ESSA PERGUNTA????

Sitevip Internet