Olhar Direto

Quarta-feira, 26 de junho de 2019

Notícias / Política MT

Carreata a favor de Bolsonaro corta Cuiabá em defesa de projetos do governo e com críticas ao Centrão; veja imagens

Da Reportagem Local - Isabela Mercuri/ Da Redação - Lucas Bólico

26 Mai 2019 - 15:29

Foto: Olhar Direto

Carreata a favor de Bolsonaro corta Cuiabá em defesa de projetos do governo e com críticas ao Centrão;  veja imagens
Os cuiabanos que saíram às ruas neste domingo (26) para defender o governo Bolsonaro se concentraram na Praça das Bandeiras, ponto da partida da carreata que deve cruzar a cidade e se encerrar na Arena Pantanal. Os manifestantes exigem colaboração do Congresso Nacional com as pautas apresentadas pelo governo. Foram criticados o 'Centrão', o Movimento Brasil Livre (MBL) e a Rede Globo.  

Leia também:
Movimentos pró-Bolsonaro mobilizam 200 grupos de whatsapp em 21 cidades de MT
 
As manifestações a favor do governo Bolsonaro acontecem em várias cidades do país desde o período da manhã. Desta vez, grupos de direita que tradicionalmente participam de atos desta natureza, como Movimento Brasil Livre (MBL) e Vem pra Rua, não participam. Em Mato Grosso, o ato teve como linha de frente o grupo Direita Mato Grosso e políticos e assessores ligados ao PSL.


 
Em entrevista concedida ao Olhar Direto no aquecimento para a manifestação, o coordenador do Direita Mato Grosso, Rafael Yonekubo, informou que a opção por uma carreata se deu pelo fato de Cuiabá ser muito quente e, assim, seria possível chegar em mais pontos da cidade.
 
Yonekubo também criticou o grupo de parlamentares identificados como “Centrão” e o MBL. “Isso é em apoio ao governo. A gente quer que o Brasil cresça e sem o toma lá da cá . Iso aqui é uma resposta para o Centrão e para o MBL também , que no finalzinho acovardou, isso aqui mostra que a gente não precisa do MBL”, afirmou.
 
O foco da manifestação, segundo o organizador, é a reforma da Previdência, o pacote anticrimes do ministro Sérgio Moro, o controle do Coaf pelo Ministério da Justiça e a MP 870.

 
“Fechamento do Congresso e do STF são coisas que a gente nunca pediu. É uma coisa que o pessoal inventou, não são nossas pautas não”, garamtiu.
 
O servidor público federal Daniel Almeida de Macedo, 44, fez questão de comparecer ao ato com sua família. “Nós somos evangélicos, somos uma família de classe média, tradicional. Então é quase que natural essa adesão a esses princípios e propostas [do governo Bolsonaro]”, explicou ao Olhar Direto.

 
“Eu compartilho com as idéias, as posturas e o plano de governo do Bolsonaro. Acredito que pode ser e certamente será uma solução para os problemas. É um governo que enfrenta dificuldades, mas á um governo que tem em sua essência uma proposta poderosa para o Brasil”, justificou sobre sua presença. Daniel ainda afirmou que não tem uma postura contra o Congresso e o Supremo Tribunal Federal.
 
“Não são criticas, eu acho que é início de governo e é normal que haja um processo de ajustamento entre os três Poderes. Então eles estão se relacionando agora, em um período curto e existem divergências, mas faz parte da república. O governo precisa do Congresso e do STF”, avaliou.
 
Por whatsapp, os organizadores do ato divulgaram ao longo da última semana que o ato de Cuiabá se inicia na Praça das Bandeiras à partir das 15h e de lá segue para a Avenida Getúlio Vargas, com parada breve na Praça Alencastro, passagem pelo Choppão e encerramento na Arena Pantanal.

 
Os manifestantes exigem aprovação do pacote anti-crime, reforma da Previdência, reformas econômicas, CPI da ‘Lava Toga’, garantia de que o COAF fique sob controle do Ministério da Justiça e que o STF não ‘legisle’.

Atualizada às 15h57.

52 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • ANDRE GUILHERME PORTOCARRERO
    27 Mai 2019 às 15:04

    "Na conta da esquerda mimizenta cabem 5 mil pessoas na Praça Alencastro e 500 viram 5 mil (apaniguados de sindicato), pra atrapalhar quem trabalha em dia de semana, né? Como é lindo humilhar a "esquerda" virulenta, histérica e venezuelariana... SHOW DE CIDADANIA!!!!"

  • ila
    27 Mai 2019 às 13:25

    A inveja mata mais, que bala de reolver! Foram lindos os manifestos, Bolsonaro 2022!

  • Marcos
    27 Mai 2019 às 13:01

    Será que são as mesmas pessoas que vestiram verde e amarelo em apoio ao Aécio Neves, dizendo que ele seria a mudança e o futuro do Brasil? Não creio...

  • Milton Ribeiro
    27 Mai 2019 às 12:59

    Fui na carreata, não me arrependi, ali só tinha pessoas responsáveis, reivindicando respeito ao Brasil por partes dos corruptos, dos ladroes que roubaram remédios de velhos e crianças, que roubaram o emprego de 13.000.000 de pessoas! Nossa carreata foi séria, sem quebra quebra, sem ocorrência policial, lá não tinha debiloide fazendo xixi, nem defecando na rua, nem cima de cartaz do ladrao que está preso! Lá não tinha otarios, analfabetos, parasitas que querem viver as custas do Governo! Lá tinha trabalhadores, pessoas que geram empregos, tinha também empregados, aliás a maioria!, mas trabalhadores que a única ideologia é o Brasil! Lá não tinha os trouxas que foram roubados por um analfabeto chamado Lula e ainda aplaudem ladroes! Sinceramente.....quem defende bandido ladrao, também é Bandido! Sou Bolsonaro! Se não gostam do Brasil, por favor vão embora, se gostam de retrocesso, bagunça, roubalheira.....o lugar ideal para vocês é a Venezuela!

  • Ademir
    27 Mai 2019 às 12:29

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Amorzinho
    27 Mai 2019 às 11:52

    Meu Deus, quanta ignorância. Coitado dos nossos filhos e netos. Estão fudido.

  • Pedro JOSE
    27 Mai 2019 às 11:38

    ESSE ATO EM FAVOR DE QUE? Até o momento esta tudo igual ou pior: Alta do combustivel, Energia, 13 milhões de desempregados, corte da educação, e por ai vai e ai pra que isso pois muitos nem sabem o que esta escrito na reforma da previdencia

  • Maria Auxiliadora
    27 Mai 2019 às 11:17

    Gezuissss e os sequelados não se envergonham de apoiar um projeto que os obrigará a trabalhar até morrer e um governo que já sinalizou com o congelamento dos salários do servidores do executivo. Muito doido isso!!!

  • Luis Figo
    27 Mai 2019 às 10:33

    Esse povo esta comemorando o que? Perdão aos Crimes da Familícia? Combustível mais caro? Reajuste na conta de energia? aumento nos valores dos alimentos (por culpa do diesel mais caro)?Dolar a R$ 4,10?, entrega da Embraer para os Estados Unidos? a degola da previdência? os cortes na educação superior? queria entender o que eles estão querendo.

  • Luciana
    27 Mai 2019 às 09:52

    Cadê os líderes das outras passeatas,que estavam em cima do trio elétrico puchando o movimento:Perminio,Alan Malouf,Guilherme Malouf,Wilson Santos,Wellington Fagundes e outros honestos$$s...Deviam ter convidado para participar desse ato contra a corrupção e apoio ao governo o também Senador Flávio Bolsonaro e seu escudeiro Fabrício Queiróz gente honestissima que vai salvar o Brasil!!!O pouco de gente que vi na carreata,aliás só carrões, compostos de burgueses...

Sitevip Internet