Olhar Direto

Segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Notícias / Política MT

​Em visita de Bolsonaro a MT, Botelho cobra melhoria nas rodovias federais

Enviada especial a Aragarças - Érika Oliveira/ Da Redação - Lucas Bólico

05 Jun 2019 - 09:23

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

​Em visita de Bolsonaro a MT, Botelho cobra melhoria nas rodovias federais
O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho (DEM), participa na manhã desta quarta-feira (5) de evento com o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), na divisa entre Mato Grosso e Goiás. Apesar da agenda apertada, o parlamentar prometeu que fará cobranças ao chefe do Executivo federal.

Leia também: 
Chegada de Bolsonaro em MT tem forte esquema de segurança, protestos contra Mauro e pedidos de casas
 
Botelho afirma que tem demandas de logística para Mato Grosso a apresentar para Bolsonaro.  “Nós vamos pedir, tem algumas BRs que estão precisando de continuidade, alguma coisa que nós vamos sim pedir”, disse Botelho em entrevista ao chegar no local do evento antes do presidente da República.
 
A Assembleia Legislativa ainda tem título de cidadão mato-grossense a entregar para o presidente da República. Botelho, no entanto, não sabe se será possível conceder a honraria na manhã de hoje. “Vamos ver se vai dar tempo. A agenda do presidente ela é muito rígida. A segurança é muito rígida e vamos ver se der tudo isso a gente concede”, declarou.
 
Bolsonaro veio a Mato Grosso para lançar o programa Juntos pelo Araguaia, em conjunto com os governadores de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), e de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM). Será assinado convênio entre os Governos Federal e Estaduais e plantio de mudas em propriedades às margens do Rio Araguaia.
 
O programa é lançado no Dia Mundial do Meio Ambiente, idealizado como a maior ação de revitalização de bacia hidrográfica por meio de um esforço conjunto entre os Governos Federal, de Mato Grosso e de Goiás. A solenidade de assinatura terá início às 10h, na Praia do Quarto Crescente, em Aragarças.
 
Durante o evento, também será firmado um acordo de cooperação técnica entre as Secretarias de Meio Ambiente dos Estados de Goiás (Semad) e Mato Grosso (Sema) e os Ministérios do Meio Ambiente e do Desenvolvimento Regional.
 
Botelho comemorou o fato de o projeto começar pela região do Araguaia. “Nós viemos porque esse projeto que ele está lançando é muito importante, nós brigamos para recuperar as margens do rio, as cabeceiras, os mananciais e esse lançamento aqui que vai servir de projeto piloto para o Brasil todo vir aqui para a região é muito importante para Mato Grosso”.
 
“Juntos pelo Araguaia”

O programa prevê a recuperação de 10 mil hectares de áreas degradas em 27 municípios da região, sendo 5 mil em cada um dos Estados, Mato Grosso e Goiás. Na primeira etapa, o objetivo é recompor as florestas protetoras de áreas de preservação permanente e manejar pastagens e atividades agropecuárias com tecnologias de agricultura de baixo carbono, bem como implantar sistemas agroflorestais nas zonas de recarga de aquíferos, nas cabeceiras e nos afluentes que formam o Rio Araguaia.

Privilegiando as cabeceiras do rio que corta cinco estados em um percurso de 2600 quilômetros, a área de abrangência da atuação em Mato Grosso engloba os municípios que compõem o Comitê de Bacia Hidrográfica do Alto Araguaia: Alto Taquari, Alto Araguaia, Alto Garças, Araguainha, Ponte Branca, Ribeirãozinho, Torixoréu, Guiratinga, Pontal do Araguaia, Tesouro, General Carneiro, Barra do Garças.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Antônio
    05 Jun 2019 às 11:34

    Esse imoral corrupto tem que tomar e

  • Chico Bento
    05 Jun 2019 às 10:35

    Até onde sei as rodovias federais estão em boas e ótimas condições. As que deterioraram, acabaram são as estaduais, desde muito tempo senhor deputado!

Sitevip Internet