Olhar Direto

Notícias / Política MT

Durante evento com Bolsonaro, grupo ultrapassa cordão de isolamento e cobra nomeações de Mauro Mendes

Enviada Especial a Aragarças - Érika Oliveira/ Da Redação - Patrícia Neves

05 Jun 2019 - 11:05

Foto: Rogério Florentino/ Olhar Direto

Durante evento com Bolsonaro, grupo ultrapassa cordão de isolamento e cobra nomeações de Mauro Mendes
Mesmo com robusto aparato de segurança durante a visita do presidente Jair Bolsonaro -  que conta com mais de mil profissionais - um grupo de manifestantes conseguiu ultrapassar um cordão de isolamento e cobra do governador de Mato Grosso,  Mauro Mendes a nomeação após  concurso público. O evento realizado na manhã de hoje (5), em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, ocorre na cidade de Aragarças (GO) e abarca ações entre o governo federal, de Mato Grosso e de Goiás.

Leia Mais:
Projeto de Bolsonaro, Mendes e Caiado abarca 27 cidades e vai recompor florestas
 
O protesto foi realizado por aprovados nos concursos públicos para o sistema penitenciário que exigem o preenchimento de cadastro reserva para os cargos de agente penitenciário e profissionais de nível superior do sistema penitenciário.  
 
Em recente entrevista, o superintendente de Gestão de Pessoas da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Luís Melo, destacou como impeditivos para nomeação a Emenda Constitucional 84/2017, que institui o Regime de Recuperação Fiscal (RRF), o Decreto nº 07/2019, que declara situação de calamidade financeira no âmbito da Administração Pública Estadual, e o Decreto nº 08/2019, que estabelece diretrizes para controle, reavaliação e contenção das despesas no âmbito da Administração Pública Direta e Indireta.
 
“Há uma vedação legal no momento, por isso não temos um prazo para chamar essas pessoas. Elas poderão ser chamadas aos poucos durante a validade do concurso. Para isso, no entanto, há a necessidade de análise da situação financeira e orçamentária do estado", explicou.
 
Sitevip Internet