Olhar Direto

Notícias / Política MT

Primeiro-secretário contraria Botelho e diz que AL irá promover cortes para conceder RGA

Da Redação - Érika Oliveira

06 Jun 2019 - 16:52

Foto: Rogério Florentino/ Olhar Direto

Primeiro-secretário contraria Botelho e diz que AL irá promover cortes para conceder RGA
Ordenador de despesas da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, o primeiro-secretário Max Russi (PSB) afirmou que ainda há interesse da Mesa Diretora em conceder a Revisão Geral Anual (RGA) dos servidores do Legislativo. A informação contraria declaração do presidente da Casa, Eduardo Botelho (DEM), que na segunda-feira (03) descartou o pagamento. Segundo Max, no entanto, novos ajustes e cortes devem ser promovidos a fim de se criar um ambiente para a concessão do benefício.

Leia mais:
Após licença, Botelho descarta pagar RGA e pede mais tempo para decidir candidatura a prefeito

“Estamos analisando ainda. Nós vamos fazer alguns cortes, alguns ajustes para ver se teremos condição e oportunidade. Nós estavamos acima do limite prudencial, saímos, mas ainda estamos acima do limite de alerta, entao precisamos fazer mais alguns ajustes para poder ter condiçao da lei permitir a gente conceder qualquer reajuste. Mas há interesse, há vontade em dar, dentro daquilo que a lei nos permitir”, declarou Max, nesta quarta-feira (05).

Até o momento, somente o Tribunal de Justiça e o Ministério Público confirmaram o pagamento da RGA aos seus servidores. Por determinação do Tribunal de Contas do Estado, nem Assembleia nem Executivo estadual deverão conceder o reajuste até que se reenquadrem no limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Durante o período em que esteve à frente da Presidência da Assembleia, a deputada Janaina Riva (MDB) sugeriu um acordo entre todos os Poderes para evitar desgastes. A ideia era que a recomposição não fosse paga por ninguém, mas o pleito não foi acatado.

Nesta segunda-feira, ao retomar o comando da Casa de Leis, o deputado Eduardo Botelho disse que o pagamento da RGA aos servidores da Assembleia já havia sido descartado. “Nós estamos no limite e já fomos alertados pelo TCE antes da minha licença. Então, nós não podemos conceder aumento agora”, declarou, na ocasião.

9 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • alexandre
    07 Jun 2019 às 09:42

    Ninguém no executivo tem auxílio saúde, salvo o MPE, o primo rico..

  • Chico Bento
    07 Jun 2019 às 08:13

    Os comissionados são contratados por que os concursados/efetivos não são competentes para atender a demanda dos poderes. E tem mais, são contratados legalmente pela competência.

  • Servidor
    07 Jun 2019 às 03:55

    PARECE QUE TODOS QUEREM MOSTRAR O QUANTO SÓ OS SERVIDORES DO EXECUTIVO TEM QUE SEREM MASSACRADOS TENDO OS SALÁRIOS PAGOS COM ATRASOS E SEM O RGA.. A CRISE SÓ EXISTE PARA O EXECUTIVO...

  • alexandre
    06 Jun 2019 às 20:37

    vergonha, tem que cortar os duodecimos em 30% greve geral no Estado, a partir do dia 10...

  • jOVaNIRDo
    06 Jun 2019 às 19:11

    servidores concursados não recebem mais ATS, nem progressão, RGA é a pauta da vez, nem auxílio saúde os seervidores desta casa tem direito

  • Contribuinte
    06 Jun 2019 às 17:55

    E o Executivo continua a pagar inativos da AL e do TCE.

  • Jose Frederico
    06 Jun 2019 às 17:42

    Em relatório divulgado recentemente mostrou não somente que a Assembleia está fora do limite prudencial, mas mostrou que o Tribunal de Contas está com as Contas estouradas. A Asssembleia está fazendo jogo de cena. Muitos não sabem que os servidores novos estão com as carreiras congeladas desde o ano passado, mas que a cada dia mais e mais comissionados são contratados. Aliás comissionados que representam um impacto grande no orçamento da "casa de leis". Quer conter gastos deputado ? diminua a quantidade de comissionados que sobra pra pagar RGA e ainda pra descongelar a carreira dos concursados.

  • Moacir
    06 Jun 2019 às 17:25

    A AL fará cortes para conceder RGA aos seus servidores. O governo corta RGA do servidor do executivo para repassar valores para poderes garantir direitos dos seus servidores. É uma matemática ruim de entender. O bom chefe zela pelos seus.

  • O ATALAIA
    06 Jun 2019 às 17:15

    É jogada. A ALnao está impossibilitada. Estao querendo criar um cenário fictício para enganar....

Sitevip Internet