Olhar Direto

Terça-feira, 23 de julho de 2019

Notícias / Política MT

Lucimar diz que denúncia que resultou em sua cassação foi ato político de opositores

Da Redação - Vinicius Mendes

16 Jun 2019 - 10:35

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Lucimar diz que denúncia que resultou em sua cassação foi ato político de opositores
A prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM), afirmou que a denúncia que resultou em seu processo de cassação foi uma jogada política de seus adversários. O diploma da prefeita chegou a ser cassado, mas ela recorreu. Três membros do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) já votaram pela absolvição de Lucimar.
 
Leia mais:
TRE julga segunda-feira recurso contra cassação de Lucimar, vice e vereador por compra de votos
 
Além de Lucimar, José Aderson Hazama e Benedito Francisco Curvo foram acusados de praticar captação ilícita de sufrágio e abuso de poder político durante a realização de suas campanhas eleitorais na eleição municipal de 2016. O presidente do Departamento de Água e Esgoto de Várzea Grande, Eduardo Albelaira Vizotto, também foi acionado. 
 
A ação foi interposta por uma coligação adversária, que alegou que no dia 13 de setembro de 2016, véspera das eleições municipais, os acusados se reuniram com cerca de 50 eleitores “visivelmente carentes financeiramente” para oferecer abastecimento de água, perfuração de poço e envio de caminhão pipa, em troca de votos.
 
Um cidadão gravou a reunião que foi prova documental no processo. Para a coligação, o ocorrido configura abuso de poder político, pois os réus utilizaram-se da máquina pública em proveito próprio e captação ilícita de sufrágio. Lucimar classificou a denúncia como ato político.
 
“Eu acho que aquilo foi um ato político. Um ato onde outras pessoas que não têm comprometimento com a sociedade, fizeram com que levasse o nosso nome para este fato. Acredito eu que hoje, dentro do trabalho que nós estamos fazendo no município de Várzea Grande, trazendo uma Saúde muito boa, especial, para os nossos munícipes, com uma infraestrutura que Várzea Grande nunca teve, nós estamos fazendo um trabalho nas escolas, onde as nossas crianças estão recebendo um outro tipo de ações”, disse a prefeita.
 
A decisão do juiz Carlos José Rondon Luz, da 20ª Zona Eleitoral de Várzea Grande, cassou – em outubro de 2017 - os diplomas e mandatos eleitorais de Lucimar Campos, José Hazama e do vereador Chico Curvo (PSD).
 
Lucimar, no entanto, recorreu da decisão, que agora é julgada pelo Pleno do TRE-MT. O desembargador Rui Ramos e o juiz Ricardo Almeida seguiram voto do relator, o juiz Jackson Coutinho, contabilizando três posicionamentos pela absolvição. O caso ainda não está encerrado, já que a juíza Vanessa Curti Perenha Gasgues, pediu vista do processo. As expectativas de Lucimar sobre este julgamento estão posivitas.
 
“O nosso trabalho é voltado à população, então acredito eu que os juízes irão ver isso. E outra, eu não estava lá, não fui lá [na reunião], e isso logicamente foi um ato extremamente político da oposição que perdeu a eleição de 78%, que eu tive, a 20%”.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jovenil campos (do glória)
    16 Jun 2019 às 22:31

    Vou "morrer de rir até 2020" qdo vcs vazarem da prefeitura, vc e seu esposo.

  • Gladston
    16 Jun 2019 às 20:49

    Enquanto a balela corre solta, VG continua sem água tratada e regularidade de abastecimento nas torneiras. Fato comum, corriqueiro, durante décadas da administração dessa família nesse município! Eles devem ter outras fontes de água potavel para o consumo de seus familiares, enquanto a população bebe "aquilo" que fornecem à eles, quando fornece. Governo DEMoníaco!

  • James
    16 Jun 2019 às 11:30

    Nossa , tah falando igual a Dilma, será q o partido da sicuacao TB não apoia ela

Sitevip Internet