Olhar Direto

Sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Notícias / Educação

Ações de extensão da UFMT atingem mais de 457 mil pessoas em Mato Grosso em 2018

Da Redação - José Lucas Salvani

14 Jun 2019 - 14:44

Foto: Rogério Florentino/ Olhar Direto

Ações de extensão da UFMT atingem mais de 457 mil pessoas em Mato Grosso em 2018
As ações de extensão da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) atingiram mais 450 mil pessoas em Mato Grosso no último ano. Segundo dados apresentados ao Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT), 98,61% das 1.366 ações de extensão foram realizadas. Se somadas as ações que não se aplicam a eventos, o número chega em 1.843.434 pessoas.

Leia mais:
Estudantes da UFMT expõem produções acadêmicas durante mostra em Parque de Cuiabá

"Na resolução aprovada pelo Conselho Nacional de Educação em novembro do ano passado, dentre vários critérios, a extensão é definida como a interação dialógica com a sociedade para sua transformação, não é só levar algo pronto", explica a coordenadora de extensão, Sandra Jung de Mattos.  "Se somarmos todos os projetos, incluindo ações mensuradas pelos coordenadores e que não se aplicam a eventos, a extensão da UFMT chegou a 1.843.434 pessoas no ano passado", completa.

As ações envolvem diretamente os estudantes da Universidade, por concessão de bolsas ou atividades voluntárias que são proporcionados por meio de editais de Programas de Bolsa Extensão (PBEXT). Sandra Mattos esclarece que tais atividades não podem analisadas separadamente do ensino e da pesquisa porque “acontecem simultaneamente, são indissociáveis”.

O Relatório de Gestão e Prestação de Contas de 2018 aponta que 4.792 discentes realizaram atividades de extensão, com organizadores e executores. Somente para todos os campi da UFMT, foram atingidos 26.584 alunos.Já programas de extensão, distribuídos em 15 tipos, totalizam 8363 atividades.

Somente em seminários, também no ano passado, foram executadas 466 ações. Já para os cursos, foram registrados 1210 atividades, segundo Relatório de Gestão e Prestação de Contas. Em relação às ações culturais, o número chega em 865.

"A cultura não é só também o que envolve apresentações, mas tem todo um processo, que envolve, por exemplo o patrimônio imaterial. O termo é bem amplo, mas a UFMT faz muito bem esse processo em ações da Orquestra Sinfônica, do Coral e do Cineclube, que são projetos consolidados e fazem parte da história da Universidade e da região", destaca.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet