Olhar Direto

Quarta-feira, 17 de julho de 2019

Notícias / Política MT

Sefaz economiza R$ 28 mil em energia após alteração de expediente, aponta relatório

Da Redação - José Lucas Salvani

22 Jun 2019 - 16:43

Foto: Secom/MT

Sefaz economiza R$ 28 mil em energia após alteração de expediente, aponta relatório
A Secretaria do Estado de Fazenda de Mato Grosso (Sefaz) economizou R$ 28 mil nos meses de abril e maio após a alteração de expediente dos servidores do órgão. Se comparado aos mesmos meses do ano anterior, a redução chega a ser R$ 56 mil, de acordo com o relatório da Coordenadoria de Obras e Patrimônio Imobiliário (COPI).

Leia mais:
Há quase 30 dias em greve, professores seguem com ponto cortado e aguardam proposta do Governo

“Com o decreto de contenção de gastos editado em janeiro deste ano, a Sefaz realizou ações para essa redução. A mudança de horário também facilitou a jornada dos funcionários. Foi proveitoso para a instituição e para o servidor, com isso conseguimos uma redução de aproximadamente 16% do que gastávamos ano passado no mesmo período”, afirma Kleber.

Atualmente, o expediente dos servidores começa às 07h30 e termina as 17h30. Antes da alteração, o período de trabalho era das 13h às 19 horas. A mudança entrou em vigor em março deste ano.

O consumo foi medido entre 8 de abril e 8 de maio, baseando-se nos sistemas de iluminação, refrigeração e tomadas de energia. A redução é significativa quanto ao consumo no horário de ponta, que corresponde o período entre às 17h30 e 20h30.

Na Sefaz, os únicos setores que não cumprem a nova jornada, são os que têm necessidade de armazenamento de dados refrigeração constante para manter a infraestrutura de Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC).

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Eduardo Mendes
    23 Jun 2019 às 08:00

    É, economizou o equivalente ao salário de um servidor.

  • reinaldo do araes
    22 Jun 2019 às 17:52

    O governo deveria seguir esse mesmo caminho nas demais autarquias. Tem lugares onde continua com o horário ate as 18:00 e que não é necessário o funcionamento ate esse momento. Outra coisa que deveria ser flexibilizada, seria o horário de almoço dos servidores. Nem todos utilizam duas horas de almoço, e podem voltar antes ao trabalho e poderá sair mais cedo posteriormente.

Sitevip Internet