Olhar Direto

Sábado, 21 de setembro de 2019

Notícias / Cidades

Caixa Econômica deve investir R$ 3,5 bilhões em Santas Casas e hospitais filantrópicos

Da Redação - José Lucas Salvani

07 Jul 2019 - 14:38

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Caixa Econômica deve investir R$ 3,5 bilhões em Santas Casas e hospitais filantrópicos
A Caixa Econômica Federal irá investir R$ 3,5 bilhões em Santas Casas e hospitais filantrópicos por conta de uma nova linha de crédito do banco destinada a eles, com crédito de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), por meio do programa FGTS saúde.

Leia mais:
Governo Federal ajudará Santa Casa com repasse mensal de R$ 10 milhões

A taxa de juros também será abaixo do mercado, o que gera economia e faz com que o dinheiro da saúde chegue à filantrópica, e o investimento visa fortalecer tais entidades, aponta o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

“Quando uma Santa Casa retira o dinheiro no banco e da como garantia o contrato e o Fundo Nacional de Saúde é quem retira o valor da parcela, a taxa de juro incide sobre um recurso que é do SUS, quer dizer, quando a gente diminui 50% a taxa, a gente, na verdade tá gerando uma economia e fazendo o dinheiro da saúde chegar à filantrópica. Sem dúvida, é a maior oferta de crédito e ampliação até 120 meses para se alongar o perfil da dívida e diminuir o valor das parcelas o que a gente acredita que vai dar um fôlego para o setor”.

Atualmente existem mais de duas mil entidades que prestam serviços ao Sistema Único de Saúde (SUS) em todas as cinco regiões do país. Em 968 cidades, a assistência hospitalar é realizada unicamente por essas unidades.

Santa Casa da Misericórdia

Em Cuiabá, a falta de recursos financeiros resultou no fechamento da Santa Casa da Misericórdia no dia 11 de março de 2019. O hospital filantrópico não estava cumprindo com o pagamento tanto seus fornecedores como funcionários que, na época, não recebiam há mais de sete meses.

Em junho, o Governo do Estado teve que “intervir” e firmar um acordo no Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso (TRT-MT) para realizar o pagamentos dos funcionários. O valor que será repassado totaliza mais de R$ 10 milhões que é estimado em seis parcelas, até outubro deste ano.  

O Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, também irá passar para a Santa Casa a quantia de R$ 10 milhões mensais, a partir da reabertura da unidade de saúde. O repasse será inteiramente destinado ao atendimento via Sistema Único de Saúde (SUS), segundo o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo.

“O Governo do Estado envidou muitos esforços e conseguiu antecipar 30 meses de indenização pelo uso dos bens móveis e imóveis da Santa Casa de Misericórdia, totalizados em aproximadamente R$ 10,8 milhões, como forma de amenizar a angústia vivida por esses trabalhadores. O montante será parcelado, sendo que as duas primeiras parcelas já foram repassadas diretamente à Justiça do Trabalho”, pontuou o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo.

Para que a unidade de saúde seja reaberta, uma série de readequações serão feitas, no valor estimado de R$ 1,5 milhões. A nova Santa Casa deve contar com 242 leitos, 10 salas de Centro Cirúrgico e 30 vagas de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • A tac
    07 Jul 2019 às 17:24

    Sta Casa pelo agora é hospital Estadual não deve se beneficiar.

  • joaoderondonopolis
    07 Jul 2019 às 17:18

    Este empréstimo deve ser somente para as Santas Casas onde as mesmas são administradas por provedores privados, onde o governo estadual ou municipal assumiu a Santa Casa este empréstimo não pode ser realizado, inclusive em Cuiabá a anta Casa deverá ser devolvida imediatamente a diretoria antiga.

Sitevip Internet