Olhar Direto

Terça-feira, 23 de julho de 2019

Notícias / Cidades

Águas Cuiabá já realizou 425 mil testes de qualidade em 2019

Da Redação - José Lucas Salvani

10 Jul 2019 - 15:00

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Águas Cuiabá já realizou 425 mil testes de qualidade em 2019
A Águas Cuiabá, responsável pelo tratamento de água da capital mato-grossense, já realizou 425.866 testes de qualidade em 2019. No ano passado, a concessionária aponta que foram mais de 600 mil testes de caráter físico, químico e bacteriológico em amostras coletadas junto às Estações de Tratamento de Água (ETAs) e cavaletes, que são os conectores da rede pública às chamadas economias, universo de unidades consumidoras existentes na cidade.

Leia mais:
Águas Cuiabá atende pedido de promotoria e entrega ao MP laudo de qualidade de água na capital

"Nós trabalhamos para entregar e comprovar a melhor qualidade da água para nossos clientes e para Cuiabá. A concessionária fornece a água tratada até o cavalete do imóvel, dentro dos padrões de potabilidade exigidos pelo Ministério da Saúde. Vale ressaltar que a partir do cavalete, a responsabilidade de manter a qualidade da água passa a ser do proprietário do imóvel, afirma a diretora de Gestão da concessionária, Cristiane Schwanka.

É recomendado que a cada seis meses sejam lavadas as caixas d’água das residências para evitar a contaminação de doenças como leptospirose, cólera, diarreia e febre tifoide. Além disso, o reservatório deve estar sempre tampado para evitar ainda a proliferação do mosquito da dengue, o Aedes aegypti, assim como a entrada de outros insetos e animais.

Para evitar problemas quanto à manutenção da caixa d’água, o Ministério da Saúde (MS) recomenda os seguintes passos:

1. Feche o registro e esvazie a caixa d’água, abrindo as torneiras e dando descargas.

2. Quando a caixa estiver quase vazia, feche a saída e utilize a água que restou para a limpeza da caixa e para que a sujeira não desça pelo cano.

3. Esfregue as paredes e o fundo da caixa utilizando panos e escova macia ou esponja. Nunca use sabão, detergente ou outros produtos.

4. Retire a água suja que restou da limpeza, usando balde e panos, deixando a caixa totalmente limpa.

5. Deixe entrar água na caixa até encher e acrescente 1 litro de água sanitária (2,0% a 2,5%) para cada 1.000 litros de água.

6. Aguarde por duas horas para desinfecção do reservatório.

7. Esvazie a caixa. Esta água servirá para limpeza e desinfecção das canalizações e do domicílio.

8. Tampe a caixa d’água para que não entrem pequenos animais ou insetos.

9. Anote a data da limpeza do lado de fora da caixa.

10. Finalmente abra a entrada de água. Programa-se para efetuar novamente a limpeza após seis meses. Muito bem! A sua caixa d’água está saneada, livre de contaminações.
 

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • CIDADÃO
    10 Jul 2019 às 16:26

    A qualidade da água é importante sim. Mas também tão importante é que ela chegue na caixa dágua do consumidor. No meu caso, bairro Novo Paraíso, minha mijada pela manhã é mais forte que a água que chega na minha torneira. Se não uso bomba, fico sem água na caixa se uso, a Energisa me lasca, ou seja, tô na p... do Saci. Queria saber para quem peço socorro: Mané, M.M, Felipe Melo, socorro!!!!!!!!

Sitevip Internet