Olhar Direto

Terça-feira, 23 de julho de 2019

Notícias / Cidades

Suspeito de matar servidora se entrega por medo de sofrer atentado

Da Redação - Patrícia Neves

10 Jul 2019 - 16:55

Foto: Reprodução

Suspeito de matar servidora se entrega por medo de sofrer atentado
Maikon Douglas Alves dos Santos suspeito de atuar no roubo e morte da servidora pública Sandra Regina de Siqueira Travaina, 48 anos, ocorrido na madrugada do dia 2 de julho, declarou hoje à Polícia Civil que resolveu apresentar-se por ter medo de sofrer um atentado. Maikon já possui um longo histórico criminal com 'quatro passagens' por roubos e furtos.

Leia Mais:
Terceiro envolvido em roubo e morte de servidora pública grava vídeo e se apresenta na Derf

Santos,  que também é conhecido pelo apelido de 'Sujeirinha' foi até à Delegacia de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf) acompanhado de advogado na manhã de hoje (10).

Segundo a delegada Elaine Fernandes da Silva, responsável pelas investigações,  o suspeito alegou que "estar preso era mais seguro" e por conta disso resolveu se entregar na Delegacia, onde teve o mandado de prisão preventiva cumprido.

Conforme ainda Fernandes, o preso manteve a mesma versão dos demais parceiros de crimes, de que a intenção não era matar a servidora e sim roubar sua residência, por haver informações de que dentro havia joias e dinheiro.

O suspeito contou que estava escondido em uma chácara, na região de Cuiabá, e depois foi se abrigar em uma propriedade, em Santo Antônio do Leverger, mas ele temia que atentassem contra sua vida.

Outros dois envolvidos, Jordão Rodrigues Neto, que se apresentou na terça-feira (9), e André Luiz Gomes, 20 anos, preso em Cáceres, estão presos em unidades prisionais de Várzea Grande.  

Assustada com a ação criminosa, Sandra foi morta depois de buzinar o veículo em frente de sua residência. 

 

10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Oscarlino Rossi
    12 Jul 2019 às 15:59

    Para cometer o crime não teve medo...

  • Paquetá
    12 Jul 2019 às 13:00

    Menos de 90 dias: defunto!

  • José
    11 Jul 2019 às 08:37

    Está certo esse elemento, a Justiça protege já a pessoa que ele matou não teve ninguém para protegê -la.

  • Sandro
    11 Jul 2019 às 07:47

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Ares
    11 Jul 2019 às 07:02

    Covarde como todos os outros criminosos são

  • José Olavo
    11 Jul 2019 às 06:58

    E agora vamos pagar café da manhã almoço e janta para esse pobre excluído da sociedade, tem que ficar isolado na solitária, sem direito de receber visita, mais cadeia no Brasil é um grande hotel pra bandido e todo vim de semana a marmitinha dele vai lá visitar.

  • Brenno
    10 Jul 2019 às 22:54

    Deixa eu ver se entendi, o cara é bandido, um parea na sociedade, assassino confesso, e tem medo de morrer? Por algum instante ele pensou que a vítima que ele tirou a vida também estava com medo de morrer? Ele quer proteger a própria vida, mas não pensou na vida dela? Só pode ser piada um trem desse. Deveria ter pena de morte no Brasil para assassinos, estupradores e sequestradores.

  • Xavier
    10 Jul 2019 às 19:21

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • SALMA MONTEIRO
    10 Jul 2019 às 18:35

    UAI..... MEDO?? RARARAAAA (RI ALTO)

  • Jango
    10 Jul 2019 às 18:35

    Olha o angu de caroço...

Sitevip Internet