Olhar Direto

Terça-feira, 23 de julho de 2019

Notícias / Política MT

Roberto França dispensa PSB e deve se filiar ao DEM como opção ao Alencastro em 2020

Da Reportagem Local - Érika Oliveira/ Da Redação - Lucas Bólico

11 Jul 2019 - 11:05

Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT

Roberto França ao lado do presidente da AL, Eduardo Botelho (DEM)

Roberto França ao lado do presidente da AL, Eduardo Botelho (DEM)

Ex-prefeito de Cuiabá por dois mandatos consecutivos, eleito em 1996 e 2000, e com passagens pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso e Câmara Federal, o apresentador de televisão Roberto França deve se filiar ao Democratas e já chega ao partido na condição de virtual candidato a prefeito de Cuiabá para as eleições do ano que vem.

Leia também:
Prefeito garante que tem apoio de líderes do DEM e revela assédio do PSB
 
França foi citado nesta semana por Julio Campos (DEM) como um dos nomes cogitados pelo partido para ser lançado ao Alencastro em 2020. O apresentador, no entanto, ainda sem partido, vinha sendo cortejado por mais legendas.
 
Na manhã desta quinta-feira (11), o presidente do PSB, primeiro secretário da Assembleia Legislativa Max Russi, afirmou que convidou Roberto para filiar-se e ouviu que o destino do apresentador do Resumo do Dia deve ser mesmo o DEM. A resposta pôs fim às negociações.
 
“Procurei o Roberto França para filiar, o Roberto falou que tem o interesse de filiar ao DEM. Então a partir do momento que ele tem interesse em filiar ao DEM, acho que é uma composição, andar junto com o governo”, contou Russi.
 
A chegada de França ao DEM reforça a estratégia do partido do governador Mauro Mendes de disputar a prefeitura da maior cidade de Mato Grosso. “A meta nossa é lançar um candidato próprio em Cuiabá. Nós estamos trabalhando e não é só de hoje que nós estamos fazendo essa batalha. Desde antes nós estamos batalhando para que o DEM tenha candidato próprio em Cuiabá. Nós temos quatro nomes sendo lançados, sendo lembrados”, explicou Julio Campos em entrevista concedida nesta semana.
 
“Um deles é o deputado federal Fábio Garcia, que é suplente de senador e que hoje está na área empresarial. O outro nome lembrado é do atual secretário de saúde, o vereador de Cuiabá Gilberto Figueiredo. O outro nome lembrado é do nosso companheiro ex-prefeito de Cuiabá, o brilhante deputado estadual e federal Roberto frança, que é nosso companheiro do canal 8. Além disso lembramos na última semana também do atual chefe da casa civil, o empresário Mauro Carvalho, que está começando a destacar-se politicamente”, completou Campos.
 
França foi lembrado por DEM e PSB como possível nome a disputar o Alencastro contra Emanuel Pinheiro (DEM), em possível campanha de reeleição do atual prefeito. Os dois partidos não descartam, no entanto, compor com o emedebista diante de um cenário em que as possíveis candidaturas estudadas não apresentem viabilidade política e eleitoral.
 
“Eu almocei com o prefeito Emanuel essa semana, o prefeito Emanuel falou que não é candidato. Eu falei que se ele resolver ser candidato, quem vai decidir sobre o PSB em Cuiabá são os filiados de Cuiabá. Então o senhor procure o partido em Cuiabá, faça a conversa. A gente não tem certo os vereadores que vão ficar”, declarou Max Russi.
 
Para o deputado estadual, Pinheiro tem feito realizações importantes neste primeiro mandato. “tem avanços, tem obras importantes que a gente tem visto pela mídia bastante ação, bastante obras, é uma análise que a população nos bairros faz melhor até que eu, mas eu tenho visto bastante entrega por parte da administração municipal”, finalizou.
 
Para Júlio Campos, os quatro nomes que o DEM estuda neste momento e o recente desentendimento entre Pinheiro e Fábio Garcia não significam que as portas para uma possível chapa MDB-DEM estão fechadas.
 
“Não havendo o DEM tendo as características de ter um candidato próprio para ganhar, ou lançar um candidato apenas para disputar simbolicamente, ai é preferível compor dentro do arco de coligação com outro partido e ninguém desconhece que o MDB de [Carlos] Bezerra apoiou Mauro Mendes e Jayme Campos na eleição de 2018 e faz parte da base do governo”, explicou o irmão do senador eleito no ano passado.
 
Rádio, TV e política
 
O radialista e apresentador de TV, Roberto França tem longa carreira política. Foi  eleito vereador por Cuiabá em 1970 e quatro anos depois deputado estadual, onde permaneceu até 1994, quando se sagrou deputado federal. Nesse intervalo, candidatou-se a prefeito de Cuiabá em 1988, mas acabou derrotado por Frederico Campos.
 
França só se tornaria prefeito de Cuiabá em 1996, sendo reeleito em 2000. Ensaiou uma candidatura a governador em 2002, mas foi derrotado internamente pelo PSDB por Antero Paes de Barros, que saiu candidato na eleição que conduziu Blairo Maggi ao Paiaguás.

Há mais de uma década, Roberto França apresenta o programa Resumo do Dia, atualmente exibido na TBO. A atração mescla notícias políticas, culturais e esportivas, com tom radiofônico e tem no forte sotaque cuiabano do apresentador uma de suas principais características. 

22 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Joao Soares
    12 Jul 2019 às 16:33

    Esse demagogo terá corájem, de candidatar a prefeito, vai levar uma surra nas urnas. Muda Brasil

  • AGORA QUANDÔ
    12 Jul 2019 às 14:52

    NEM DEUS A DE DEIXAR! 6 MESES SERVIDORES NA MAO DE EMPRÉSTIMO E FORA Q ESSE CARA É UM OGRO.

  • Roger
    12 Jul 2019 às 08:33

    Será que os funcionários pra receber os seus salários, vao voltar a fazer o cdc. Caihaem

  • carlos
    12 Jul 2019 às 05:41

    AINDA BEM QUE NAO VOTO MAIS EM CUIABA.

  • Alyne
    12 Jul 2019 às 02:45

    O pior prefeito, a pior gestão e funcionários públicos da prefeitura com mal de Alzheimer (só pode), pq ele n pagava funcionários. Um cara velho, mal consegue andar e ainda quer ser prefeito? Pelo amor de Deus!

  • Dona Ondina CPA
    11 Jul 2019 às 22:15

    Emanuel ou França... Mudo de cidade. Péssimos. Destruíram Cuiabá.

  • Yas Rocha
    11 Jul 2019 às 19:27

    Acredito que qualquer um que se lance candidato no mesmo partido que Mauro Mendes tem grande tendência a não se eleger.. O governador queimou a própria imagem para sempre.

  • O ATALAIA
    11 Jul 2019 às 17:14

    A ciência afirma que, no mundo, o homem usa apenas uma minuscula parte do cérebro, mas quando chega os 50 anos começa afase da decadencia. Quanto mais nos distanciamos dos 50, menos eficientes vamos nos tornando. Pelo andar da carruagem RF ta muito aprofundado nessa decadência.... reflita....

  • curioso
    11 Jul 2019 às 15:55

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Gladston
    11 Jul 2019 às 15:44

    Desculpe-me se minha opinião as vezes não agrada vocês.

Sitevip Internet