Olhar Direto

Quarta-feira, 17 de julho de 2019

Notícias / Cidades

PF cumpre 64 mandados contra envolvidos em esquema de desmatamento que movimentou R$ 80 milhões

Da Redação - Wesley Santiago

12 Jul 2019 - 08:06

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

PF cumpre 64 mandados contra envolvidos em esquema de desmatamento que movimentou R$ 80 milhões
A Polícia Federal deflagrou, nesta sexta-feira (12), a ‘Operação Florestas de Papel’, com o objetivo de desmantelar um esquema de desmatamento ilegal que movimentou pelo menos R$ 80 milhões. Os mandados de prisão e busca e apreensão são cumpridos em Mato Grosso e outros quatro Estados. No total, são 150 agentes envolvidos na ação.

Leia mais:
PF prende dupla em hotel com 110 quilos de cocaína trazidos da Bolívia
 
No total, são cumpridos oito mandados de prisão, 56 de busca e apreensão e quatro de suspensão de atividades econômicas. Os mandados foram expedidos pela 4ª Vara da Seção Judiciária de Roraima.
 
As ordens judiciais são cumpridas nos seguintes Estados: Mato Grosso, Roraima, Amazonas, Maranhão e Pará.
 
O esquema alvo da operação envolve ao menos 22 madeireiras que cometeram as irregularidades entre 2014 e 2017, principalmente no Sul de Roraima.
 
"A PF identificou mais de 91.000 metros cúbicos de madeira serrada que teriam sido “regularizadas” mediante fraude. Convertidas em toras de madeira, este quantitativo se aproxima de 260.000 metros cúbicos, ou 120.000 toras, o suficiente para carregar aproximadamente 8 mil caminhões", detalhou o órgão.
 
Dentre as espécies desmatadas encontravam-se Ipês, Cedros, Maçarandubas, Aroeiras e Jacarandás, dentre outras. No mercado, o valor das madeiras envolvidas na fraude poderia chegar a quase 80 milhões de reais. (Com informações do G1/RR)

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Zeca
    12 Jul 2019 às 14:59

    Para cada metro de toros que o madeireiro extrai, ele paga 06 árvores. Bilhões de árvores foram pagas desde a década de 1960 para o IBAMA promover o reflorestamento. Onde existe pelo menos 10 plantadas pelo órgão?Gostaria de saber.

  • Talisia
    12 Jul 2019 às 12:13

    A REALIDADE É UMA SÓ, A FLORESTA DO ESTADO DE MATO-GROSSO VEM SOFRENDO BASTANTE COM O DESMATAMENTO ILEGAL A MUITO TEMPO. A BUSCA INCESSANTE PELO LUCRO A CORRUPÇÃO E O COMODISMO DAS NOSSAS AUTORIDADES SÃO AS PRINCIPAIS CAUSAS DESTE TRÁGICO PROBLEMA, E TAMBÉM A PORTA DO ESTADO ESTÁ ABERTA ( SEM FISCALIZAÇÃO ) PARA O TRANSPORTE DE MADEIRAS COMO A CASTANHEIRA (PROIBIDA DE CORTE) E TANTAS OUTRAS, E AINDA MAIS A FISCALIZAÇÃO E A IDENTIFICAÇÃO DE MADEIRAS SEMPRE INCOMODOU E INCOMODA A MAIORIA DOS POLÍTICOS E AQUELES MADEIREIROS QUE QUEREM ANDAR NA ILEGALIDADE, A FLORESTA NÃO É SÓ PARA A PRESENTE GERAÇÃO MAIS TAMBÉM PARA AS FUTURAS GERAÇÕES.

Sitevip Internet