Olhar Direto

Quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

Notícias / Política MT

Emanuel não estará na reabertura da Santa Casa e afirma que hospital é responsabilidade do Estado

Da Redação - Wesley Santiago

17 Jul 2019 - 07:59

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Emanuel não estará na reabertura da Santa Casa e afirma que hospital é responsabilidade do Estado
O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), disse nesta terça-feira (16), durante o lançamento da quarta etapa do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) Dr. Leony Palma de Carvalho, que não estará presente na reabertura da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, programada para o dia 23 de julho. Além disto, pontuou que a unidade é responsabilidade do Estado, assim como o HMC foi do município. Mesmo assim, pregou um discurso de união, dizendo que é preciso “construir pontes e não paredes” com o governador Mauro Mendes (DEM).

Leia mais:
Mauro anuncia reabertura da Santa Casa e convida ministro da Saúde para evento
 
“Eu sempre disse que, no que depender de Cuiabá, seremos parceiros da Santa Casa. Toda e qualquer ação para ampliar o serviço de saúde pública, estamos prontos para nos unir. O HMC era uma responsabilidade de Cuiabá, honramos o compromisso. A Santa Casa é do governo. Vamos ajudar como pudermos, assim como o Estado deve também nos ajudar”, disse Emanuel.
 
O prefeito explicou que Mauro Mendes ainda não sinalizou repasses para o Hospital Municipal de Cuiabá, mas disse ter certeza de que a ajuda virá. “Atendemos todo Mato Grosso”. Antes, ele já havia pontuado que “Cuiabá, sempre com muito sacrifício, carregou nas costas a saúde pública do Estado”, que passou por uma severa crise.
 
O chefe do Executivo municipal aproveitou para avisar que não estará presente na reabertura da Santa Casa, que agora será gerida pelo Governo do Estado. “A correria é muito grande. Eles não estiveram aqui [lançamento da quarta etapa do HMC] por conta de compromissos que devem ter. Eu mesmo não estarei no da Santa Casa por compromissos familiares, vou ficar uns dias fora. Mas mandaremos representantes para mostrar que queremos construir pontes e não paredes com o Estado”.
 
“Quanto mais serviços abertos para salvar vidas e atender com dignidade a população cuiabana, lá estará Emanuel Pinheiro incentivando”, finalizou o prefeito.
 
Reabertura
 
Fechada desde março, a Santa Casa de Misercórida de Cuiabá vai voltar a atender pacientes ainda este mês. A reabertura foi anunciada pelo Governo, que confirmou também a participação do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, no evento. Segundo o governador Mauro Mendes, Após a inauguração, marcada para o dia 23 de julho, será necessário ainda um prazo de ao menos dois dias para cumprir os procedimentos de desinfecção e, assim, o hospital retomar os atendimentos.
 
O hospital, de acordo com a secretaria de Saúde do Estado, iniciará suas atividades com atendimentos cirúrgicos, oncológicos e nefrológicos. A equipe de regulação do Estado já iniciou o processo de planejamento para realização das primeiras cirurgias. Além disso, as UTIs já estarão com 100% da sua capacidade em operação.
 
Ainda conforme a SES, o hospital contará com 10 leitos de UTI pediátrica, 10 leitos de UTI adulto, 10 leitos de UTI neonatal, 33 leitos de pediatria clínica, 27 leitos de pediatria cirúrgica e 22 leitos exclusivos para o Pronto-Atendimento Infantil. Apenas o setor pediátrico engloba 101 leitos da unidade – isto é, a pediatria abrange mais de 40% da totalidade de leitos do Hospital Estadual Santa Casa.
 
O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), reafirmou que o município também ajudará na reabertura de Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, que agora está sob gestão do governo do Estado. Para isto, serão repassados R$ 3,5 milhões, com o intuito de pagar salários atrasados dos funcionários da unidade. Este montante será parcelado em sete vezes, conforme explicação do gestor.

7 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Adalberto Á.Silva
    17 Jul 2019 às 15:44

    MELHOR não ir mesmo, teve três anos pra resolver o problema e não resolveu.....quer é aparecer ô PALETÓ...

  • JOSE NILDO
    17 Jul 2019 às 14:20

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Ana
    17 Jul 2019 às 13:15

    Aaaaaaaaaaaaaaaa vai fazer tanta falta.

  • anabel
    17 Jul 2019 às 09:58

    nao precisa da presenca nem do governador, o povo quer é medico , se politicos nao forem o povo agradece o povo quer saude nao marketing politico

  • Moacir - VG
    17 Jul 2019 às 09:24

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Chico Bento
    17 Jul 2019 às 09:20

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Daniel
    17 Jul 2019 às 08:19

    Nós estamos vivendo em um tempo que o Governo não se entende com Prefeitura, AMAM não se entende com a OAB, OAB não se entende com MPE, STF não se entende com o Brasil. Qual a perspectiva para o Estado, para o Brasil. É tanto ego envolvido que acabam esquecendo da população.

Sitevip Internet