Olhar Direto

Quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Notícias / Política MT

Quatro meses após cirurgia, deputado é afastado para realizar bateria de exames

Da Redação - Érika Oliveira

13 Ago 2019 - 14:53

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Quatro meses após cirurgia, deputado é afastado para realizar bateria de exames
O deputado estadual Romoaldo Júnior (MDB) irá se licenciar do cargo até o final de agosto para realização de uma bateria de exames. O parlamentar sofreu um princípio de infarto há cerca de quatro meses e, na ocasião, precisou passar por um procedimento de cateterismo.

Leia mais:
Romoaldo realiza procedimento cirúrgico, narra “susto grande” e promete mudança de vida

"Estou me afastando por 10 dias, por exigência médica. Preciso fazer diversos exames, mas assim que concluí-los estarei de volta ao parlamento", explicou o parlamentar, por meio de sua assessoria de imprensa.

Com o afastamento, Romoaldo não participará das próximas seis sessões plenárias. A Assembleia retoma suas atividades de forma integral nesta terça-feira (13), duas semanas depois do recesso parlamentar. A licença do emedebista tem início hoje e termina no dia 23 de agosto.

O histórico de problemas cardíacos do deputado vem desde 2014. Na ocasião, Romoaldo implantou 3 stents no coração. Em março deste ano, enquanto realizava atendimentos em seu gabinete, o parlamentar sofreu um princípio de infarto e foi levado às pressas ao hospital, onde passou por novo procedimento cirúrgico.

Os médicos que atenderam Romoaldo há quatro meses exigiram que neste intervalo de tempo o deputado refizesse todos os exames para avaliar suas condições cardíacas.

Romoaldo é vice-líder do governo Mauro Mendes (DEM) na Assembleia Legislativa, presidente da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária (CFAEO) e está em seu quinto mandato no Legislativo.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Fada
    13 Ago 2019 às 22:03

    Tem q ir p cadeia. Tem muitas dívidas a pagar c o povo de Alta Floresta. Tenho impressão q somente a justiça divina um dia chegará. Os homens não farão justiça.

Sitevip Internet