Olhar Direto

Quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Notícias / Cidades

Após depoimento, influencer é liberada e defesa diz que ofereceu ajuda aos pais de criança morta

Da Redação - Fabiana Mendes

14 Ago 2019 - 16:19

Foto: TV Centro América

Após depoimento, influencer é liberada e defesa diz que ofereceu ajuda aos pais de criança morta
A digital influencer e esposa do ex-deputado federal Adilton Sachetti (PRB), Lidiane Campos, que atropelou e matou uma criança de três anos, no último domingo (11) de Dia dos Pais, em Rondonópolis (215 quilômetros de Cuiabá), se apresentou na Delegacia, na tarde desta quarta-feira (14), e foi liberada, após ser ouvida.

Ao deixar o local, ela preferiu não falar com a imprensa. Entretanto, o advogado Wilson Lopes disse que Lidiane foi questionado sobre acontecidos no dia do acidente, como, por exemplo, qual trajeto seguiu e o que ocorreu depois.

Leia mais:
Influencer, esposa de deputado se apresenta para prestar depoimento após morte de criança

“Não ocorreu fuga. Isso ficou bem detalhado no depoimento prestado, onde ela declara que houve uma manifestação popular e por conta disso, um terceiro, que ali passava, se solidarizou com aquela situação e com medo que acontecesse algo com ela, diante da manifestação, inclusive até agressivo dos populares que ali estavam, retirou-a do local”, disse.

A defesa afirmou ainda que a digital influencer não estava em alta velocidade. “Se estivesse em alta velocidade, o airbag teria disparado. As avarias só atingiram as partes plásticas, não teve nenhum metal que tenha sido retorcido”, acrescentou. Wilson Lopes disse também que ofereceu ajuda para os familiares da criança, que não aceitaram.
 
O caso
 
A criança de três anos morta no acidente foi identificada como Daniel Augusto Silva. Dayane Palmeiras dos Santos, 35 anos, e o pai do garoto, Marcos Souza da Costa, 30 anos, ficaram feridos.
 
Conforme as informações do boletim de ocorrências, a esposa do ex-deputado seguia em uma Toyota Hilux quando chegou ao cruzamento das duas avenidas. O casal e a criança vinha em uma motocicleta, que acabou atingida pela caminhonete.
 
A suspeita, segundo testemunhas, é que a caminhonete tenha invadido a preferencial. Os ocupantes da motocicleta foram arremessadas por conta da colisão, sendo que a criança não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do Hospital Regional de Rondonópolis.
 
O casal foi socorrido por uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A caminhonete foi abandonada pela esposa do ex-deputado atrás de um supermercado nas proximidades de onde ocorreu o atropelamento.

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • espuma
    15 Ago 2019 às 08:10

    será que é a mesma pessoa? to na duvida aqui! Sei que todo culpado qdo visita delegacia veste de coitadinho, mas se for ela mesmo, se superou! Quem a conhece sabe o que estou falando! Acho que esta mais sentida por ter que se vestir de coitadinha do que que ter matado uma criança.

  • da Gurizada CMC
    15 Ago 2019 às 08:01

    Se fosse pobre já estava preso

  • vanabio silva
    15 Ago 2019 às 07:52

    sem cometários mata pessoa da uma de vitima

  • Antônio
    15 Ago 2019 às 00:14

    A autora do crime é culpada, mas uma coisa é certa a criança não deveria estar na motocicleta.

  • Paolo
    14 Ago 2019 às 17:22

    Nossaaaaa que coitadinha nessa foto deu até dó.

Sitevip Internet