Olhar Direto

Sábado, 21 de setembro de 2019

Notícias / Cidades

Eleitor do Bolsonaro, bombeiro que deu água para tatu não gostou da repercussão da foto

Da Redação - Thaís Fávaro

23 Ago 2019 - 18:00

Foto: Divulgação

Eleitor do Bolsonaro, bombeiro que deu água para tatu não gostou da repercussão da foto
O soldado do Corpo de Bombeiros Pedro Ribas Alves, flagrado dando água para um tatu durante incêndio em Campo Novo do Parecis (a 404 km de Cuiabá), no último sábado (17), revelou à BBC News Brasil, que a foto foi tirada de contexto. "Sou eleitor de Bolsonaro. Fiquei um pouco chateado porque a foto vem sendo usada para denegrir o presidente. Essa nunca foi minha intenção e não tirei essa foto para aparecer”, disse.

Leia mais
Bombeiros fazem registro comovente de resgate de animal durante incêndio em MT 
 
Nos bastidores da foto, a história é diferente da que se propagou nas redes sociais. Segundo conta à BBC News Brasil, o sargento, que teve a ideia de dar água ao animal e aparece no registro, acredira que a imagem que viralizou por todo o país foi politizada e tirada de contexto.

“A imagem foi tirada de contexto. Aquele incêndio não foi criminoso, não tinha nada a ver com desmatamento ilegal ou com a Amazônia. Aqui é cerrado", diz ele, que faz perícia de incêndios florestais.

Ribas conta que o incêndio não foi intencional e teve origem na queda de um fio de alta tensão sobre o pasto. As chamas devastaram 772 hectares de uma propriedade usada para a criação de gado.

"Fomos até lá justamente para investigar a origem desse incêndio. Quando estávamos retornando, vimos este tatu. Paramos para ver se ele queria água e ele não ofereceu resistência, porque estava bem fraco. Foi quando peguei um copo de água e ele foi tomando. Perdeu totalmente o instinto selvagem. Queria sobreviver a todo custo", conta.

Foto viralizada

Ribas conta que seu chefe enviou a foto para o grupo de WhatsApp da família dele, que mora no Piauí. Logo em seguida, a imagem rapidamente se espalhou nas redes sociais. "Um amigo do Paraná me mandou uma mensagem me perguntando se era eu na foto", explica.

Questionado pela BBC News Brasil sobre o que pensa da política ambiental do governo Bolsonaro, Ribas se mantém fiel ao presidente. "Acho uma covardia dizer que ele está destruindo a Amazônia. Tem muita desinformação por aí", diz, insistindo que não pode falar sobre desmatamento na floresta porque não trabalha lá.

Ribas ressalva alerta para a quantidade de queimadas ilegais na região onde atua. No Mato Grosso, o chamado "período proibitivo" para as queimadas, durante o qual os pecuaristas não podem usar fogo para a limpeza de pasto, começou a vigorar no dia 15 de julho e vai até 15 de setembro. "Durante o período proibitivo, temos poucos casos porque a fiscalização aumenta. Mas fora do período proibitivo, temos muitas queimadas ilegais, sem autorização", acrescenta.
 

Com informações de BBC News Brasil.

11 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jr
    25 Ago 2019 às 11:01

    Engraçado, 10 comentários, somente 1 falando mal de petistas (já considerando que quem não concorda com a política ambiental desse governo, seja, lógico, petista). E centenas (650, 450) curtidas negativas nos comentários das pessoas. Entende-se que os famosos bolsominions não sabem escrever, argumentando a favor. Dos que curtiram, 650, somente um escreveu? Estranho!...rs

  • Mulher ma
    24 Ago 2019 às 15:53

    Povo burro Nao e de hoje que mato grosso e amazonia Ardem em chamas Nao e culpa do bolso.naro E culpa de quem taca fogo Parem de frescura Eu apoio o presidente. Porque quando lula governava ninguem drama? Ja sei ele foi vender a amazonia para esses malditos franceses e alemaes e ninguem fala nada ne?

  • Marcelo
    24 Ago 2019 às 14:24

    Kkkkkkkkkkkkkk. Chacota demais esse bombeiro! Ele deveria ter ficando em silêncio que ia ficar mais sensato, mas preferiu passar vergonha em âmbito nacional. É estarrecedor ver as barbaridades que o presidente está cometendo com o meio ambiente, deturpando dados, e ver a população referendando. A memória da população é curta e estão esquecendo de um pequeno grande detalhe: quem aprova essa mudança descabida na política ambiental e não preservar hoje, vai sofrer as consequências com a mudança climática amanhã, ou seja, amanhã vai estar ruim para petistas, para os de extrema direita, para os ambientalistas, para os apartidários, para a bancada da bíblia, da bala, enfim, para todos. Mas não, a única coisa que importa é que "o Petê saiu do poder". Acordem!

  • Lucia
    24 Ago 2019 às 12:19

    Inacreditável!!!! O país literalmente em chamas o bombeiro preocupado com imagem do presidente . Olha o mundo está de cabeça pra baixo mesmo

  • patriota
    24 Ago 2019 às 11:23

    É incrível como o fanatismo a esse HOMEM , CEGA... Soldado forase o seu subjetivo. Fundamenta melhor sua idolatria.

  • Villas
    24 Ago 2019 às 09:55

    Apesar de apagar fogo não consegue enxergar que esse ano os focos de queimadas aumentaram em 50% com relação à 2018, segundo as imagens da NASA e o responsável pela falta de prevenção e punição é o governo Bolsonaro!!!

  • Paulo
    24 Ago 2019 às 06:37

    Acho que a desinformação é sua soldado, campo novo não tem mais floresta, mas isso não faz de essa região cerrado e mesmo acidental a foto não esta fora do contexto, e acho que não vem acompanhando as declarações absurdas do presidente incentivando pessoas a invadir e explorar mesmo em terras indígenas, reservas e parques...Acorda Brasil

  • giuliano paulo do nascimento almeida
    24 Ago 2019 às 03:51

    Impressionante, o cidadão, bombeiro, trabalha em Mato Grosso dizer que não pode falar sobre desmatamento na Amazônia porque não trabalha lá e ainda diz que há desinformação. Vai ficar pior pois o Bozo quer manipular dados científicos sobre o desmatamento, sem contar o desmonte do Ibama e a luta do Bozo contra ONGs que ajudam na preservação da floresta.

  • Júnior
    23 Ago 2019 às 23:22

    Não deixa de estar no contexto, mostra o que o fogo faz com os animais, com a biodiversidade, independente da origem e do bioma. Também, merece revisar os livros de biologia, independente de ser Cerrado ou Amazônia, há prejuízo ambiental com o fogo descontrolado. E fica claro a defesa do presidente, pelo bombeiro, maior do que a preocupação com a vida. A lição do tatu ainda não foi compreendida, que seja, e não muito tarde.

  • Moacir
    23 Ago 2019 às 21:32

    Todo mundo sabe que desmatamento e queimadas ilegais são questões antigas e feitas por ricos pecuaristas, agricultores e donos de madeireiras. Muitos desses ricos são europeus. Mas os petistas só estão vendo isso AGORA. É triste vê essa idolatria à um partido e sua cúpula corrupta.

Sitevip Internet