Olhar Direto

Sábado, 21 de setembro de 2019

Notícias / Política MT

Diretora do Bird assina empréstimo a MT e destaca reformas e agenda ambiental de Mendes

Da Redação - Érika Oliveira

06 Set 2019 - 12:00

Foto: Assessoria

Diretora do Bird assina empréstimo a MT e destaca reformas e agenda ambiental de Mendes
O governador Mauro Mendes (DEM) foi novamente a Brasília nesta sexta-feira (06) para viabilizar o empréstimo de US$ 250 milhões junto ao Banco Mundial (Bird). Na Capital Federal desde o início da semana, enfrentando uma verdadeira corrida com obstáculos para que o contrato do empréstimo fosse assinado a tempo, o chefe do Executivo mato-grossense pôde finalmente comemorar, ao lado de sua equipe econômica e da diretora do Banco Mundial para o Brasil, Paloma Anos Casero , que destacou as reformas e a agenda ambiental do democrata como fatores cruciais para a finalização do acordo.

Leia mais:
Mauro comemora aprovação de empréstimo: “Bola para frente para consertar Mato Grosso”

“O principal fator foi o compromisso político do governador e de sua equipe técnica em apoiar reformas estruturantes, tanto de recuperação fiscal como de apoio ao meio ambiente, que são agendas essenciais para o Banco Mundial. Os ativos naturais são um privilégio, mas é uma responsabilidade mantê-los. E o compromisso [de Mendes] para manter essa preservação e de apoiar o desenvolvimento sustentável em Mato Grosso é uma agenda que o Banco apoia firmemente”, disse Casero, após a assinatura do contrato.

O projeto que autoriza Mato Grosso emprestar US$ 250 milhões junto ao Banco Mundial foi aprovado no início do ano pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso, mas sofreu uma série de entraves ao longo dos últimos 8 meses que, por pouco, não inviabilizaram a transação.

O valor será usado para quitar outra dívida, com o Bank of America. A quitação desse empréstimo é uma das metas do Governo na busca pelo equilíbrio fiscal de Mato Grosso. O valor desembolsado em duas parcelas anuais é elevado e compromete as finanças. As parcelas a serem pagas pelo Estado, a partir de agora, serão mensais e com juros menores do que os praticados pelo atual contrato.

“Esse projeto começou em 2017, tá completando três anos. Mas infelizmente o Estado não conseguiu fazer a sua lição de casa, por isso durante dois anos ele ficou parado, porque o Estado não conseguiu cumprir as condições necessárias para que o Banco Mundial pudesse apoiar Mato Grosso. Graças a Deus a Assembleia Legislativa aprovou, em janeiro, leis importantes e medidas para que o Banco pudesse nos apoiar. Tivemos muitos obstáculos no meio do caminho, mas graças a Deus, a persistência e a competência da nossa equipe pudemos dar esse passo importante na recuperação do Estado e isso vai acontecer mais rápido do que muita gente imagina”, comemorou Mauro Mendes, nesta sexta-feira.





 

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jorge Saturnino
    06 Set 2019 às 14:37

    Mato Grosso é uma fartura: falta dinheiro para as receitas (o déficit é mais de 100milhões/mês), falta Segurança, falta Educação de boa qualidade, etc.

  • claudinho augusto
    06 Set 2019 às 13:59

    por favor agora volte a paga em dia meu pai e da os aumento dele pra gente poder ganha presente de aniversario e tenis novo?

  • Cleber
    06 Set 2019 às 13:21

    Aleluia! Glória a Deus.

Sitevip Internet