Olhar Direto

Sábado, 21 de setembro de 2019

Notícias / Política MT

Barbudo diz que “dança de partidos” é normal e que eventual saída de Selma é busca por acomodação

Da Redação - Érika Oliveira

06 Set 2019 - 15:38

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Barbudo diz que “dança de partidos” é normal e que eventual saída de Selma é busca por acomodação
Firme no propósito de manter a senadora Selma Arruda nos quadros do PSL, o presidente da sigla em Mato Grosso, deputado federal Nelson Barbudo afirmou que se confirmada a saída da parlamentar do partido, a relação entre eles o apoio da ex-juíza ao presidente Jair Bolsonaro não serão abalados. Para Barbudo, a famigerada “dança das cadeiras” dos partidos políticos é comum e Selma, por não ter experiência na política, estaria em busca de acomodação.

Leia mais:
Barbudo diz que ficará decepcionado com saída de Selma e promete fazer de tudo para mantê-la

“A política é como o céu: cada vez que você olha as nuvens estão de um jeito. A dança de partidos é normal. Se ela escolher outro partido é o livre arbítrio, a consciência dela. Nos primeiros seis meses de um Governo, principalmente quando a pessoa não é política, eles procuram acomodação”, considerou Barbudo.

A possível saída de Selma do PSL será definida no final da tarde desta sexta-feira (06), quando será realizada uma reunião entre as lideranças do partido no Estado. A senadora ainda não revelou as razões para cogitar esta mudança, mas já participou de reunião com o deputado José Medeiros (Pode), para discutir filiação.

Em nota, Selma anunciou, no início desta semana, que analisava sua desfiliação do PSL, mas que iria manter seu apoio ao presidente Jair Bolsonaro. Além de ocupar o cargo eletivo mais alto do PSL no Estado, a senadora atualmente também é a vice-presidente do partido.

“A gente vai conversar com ela. Perder a senadora é muito ruim para o partido, nós vamos tentar convencê-la e, primeiro, saber por que ela quer sair. Eu tomei conhecimento pela revista Época de que seria o major Olímpio, a Soraia, do Mato Grosso do Sul, e a dra. Selma, que estariam pensando em sair do PSL. Mas não sei de desavenças, tenho um ótimo relacionamento com o Bivar e ele não me chamou para conversar, então está muito obscuro. Comigo não há descontentamento e nem briga”, garantiu Barbudo.
 
 

7 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Joaquim
    08 Set 2019 às 08:05

    A política é como as núvens. O que demonstra que políticos só pensão nos seus interesses políticos. Já os interesses da sociedade ficam no fim da fila.

  • Nonato
    08 Set 2019 às 05:57

    Seu baibudo...selma ja caiu do cavalo...cassada ta na hora de arrumar as malas.e ocê colocasuas baibas de molho

  • Lindo Tado
    07 Set 2019 às 11:35

    Para esse deputado é normal diarréia verbal de Bozonaro. É normal prefeito do Rio de Janeiro passar por cima de juiz e mandar recolher livro de bienal. Volta Lula. Nos una. Nos salve.

  • Josefina Marques
    07 Set 2019 às 07:49

    Anormal é a eleição desse despreparado senhor deputado federal. Selma não conta mais. Já foi cassada e só falta referendo do TSE.

  • Kleber Luiz
    06 Set 2019 às 17:59

    Concordo com joaoderondonopolis. Fui enganado por Bolsonaro. Igual ao PT. Fui também enganado por Sérgio Moro. Seu silêncio incomoda.

  • joaoderondonopolis
    06 Set 2019 às 16:28

    Daqui a 3 anos o PSL será um partido nanico ou mesmo extinto. O Presidente Bolsonaro traiu a população, juntando aos inimigos da população.

  • Jorge Tadeu
    06 Set 2019 às 16:07

    Quando candidato pregava fidelidade. Selma e Barbudo nunca mais.

Sitevip Internet