Olhar Direto

Terça-feira, 27 de julho de 2021

Notícias | Política MT

sucessão municipal

“Não podemos entregar VG nas mãos de malandros”, diz Jayme sobre candidatura do DEM

10 Set 2019 - 18:04

Da Reportagem Local - Carlos Gustavo Dorileo/Da Redação - Lucas Bólico

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

“Não podemos entregar VG nas mãos de malandros”, diz Jayme sobre candidatura do DEM
O senador Jayme Campos (DEM) se recusa a falar em nomes para a sucessão da prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM), em 2020. Para ele, antecipar o debate eleitoral neste momento é algo absolutamente inócuo e precipitado, diante de um cenário de possíveis mudanças de partido nos próximos meses. Nesse momento, Jayme só tem uma certeza: o DEM terá candidatura própria.

Leia também:
Jayme afirma que atrito entre Mauro e Emanuel é superável e pede que embate não seja sorrateiro
 
“O partido Democratas de Várzea Grande vai ter candidatura [própria]. [Quanto a] Isso, esquece, seja Mané, Pedro, Sebastião... vai ter candidatura. Nós temos vários nomes. Todos bons. Agora, a minha preocupação, para repetir aqui, nós não podemos entregar Várzea Grande na mão de pessoas incompetentes, irresponsáveis e malandros. Porque lamentavelmente ali passou uma safra de prefeitos sem nenhum compromisso com a cidade”, declarou, na última semana.
 
“Eu acho que o momento é inócuo. Nós ainda temos ai a janela no mês de março que vai ser aberta para vereadores. Agora se discute a possibilidade de vários deputados que estão pegando carta de alforria dentro dos seus partidos para mudar de agremiação partidária. Agora o senador Kajuru acabou de deixar o partido que ele foi eleito. Então é muito cedo. Não adianta nós tomarmos decisão”, desconversou sobre quem seria o nome do DEM.
 
Jayme analisa que o próximo prefeito do município precisa fazer um trabalho de continuidade à gestão de Lucimar, principalmente no cuidado com as contas públicas. “Várzea Grande precisa eleger um prefeito com visão moderna. Um prefeito como está fazendo a prefeita Lucimar. [São] 157 obras em andamento. Toda semana tem uma inauguração. Agora acabou de conseguir financiamento, vamos fazer 200 km de asfalto. O maior programa de pavimentação asfáltica do Brasil. Creche, escola, vai inaugurar agora o Fiotão, vai inaugurar o novo estádio municipal de Várzea Grande, vai inaugurar mais UBS {Unidades Básicas de Saúde], mais 12 praças publicas. Eu quero só que Várzea Grande tenha um bom prefeito e eu espero que seja do meu partido. Se eventualmente não dar certo, que seja uma pessoa que tenha responsabilidade. Faça igual Lucimar fez: equilibrou despesa e receita, paga folha em dia, encargos sociais em dia”.
 
O marido de Lucimar tem repetido com frequência que a administração várzea-grandense tem quase R$ 100 milhões aplicados. “São poucas prefeituras que têm isso”, exa0lta. “Não tenho dúvida alguma porque ela é zelosa, competente. Não está usando nada do poder público. Graças a Deus minha mulher não usa nem o carro da prefeitura, nem a gasolina e muito menos motoristas. Quem paga é o escritório da Agropecuária Jayme Campos. Por isso a Prefeitura de Várzea Grande está estável em suas finanças. Está emitindo esse grande volume de obras. Acabei de ver uma pesquisa 68% de aprovação. Ótimo e bom 65%. É poucos homens públicos nesse pais que tem a aceitação que tem a prefeita. Fruto de trabalho, de resposta positiva”, finalizou.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet