Olhar Direto

Domingo, 08 de dezembro de 2019

Notícias / Política MT

Xuxu diz que foi usado como "isca" e cobra que salário de colegas também seja cortado

Da Redação - Érika Oliveira

11 Set 2019 - 11:24

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Xuxu diz que foi usado como
O deputado estadual Xuxu Dal’Molin (PSC) garantiu que sua ausência na sessão vespertina desta terça-feira (10) foi previamente justificada e afirmou que embora concorde com o corte no salário dos parlamentares faltosos, a regra não vem sendo aplicada de maneira isonômica. O social cristão, que terá parte de seus proventos – incluindo a verba indenizatória – cortados por determinação do presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), disse que foi usado como “isca” e cobrou que o tratamento dado a ele seja estendido aos demais deputados.

Leia mais:
Botelho inicia “maratona” de votações e manda descontar salário de deputado que faltou sessão

“Minha justificativa foi lida e não foi aceita. Concordo com o corte, mas temos que ter regras. Não pode ser conforme o vento. Semana passada vários deputados não estiveram aqui e não votou nada. Aí essa semana represou [as pautas] e estão usando o deputado Xuxu Dal Molin como uma isca", reclamou o parlamentar.

"Aqui as regras são aceitas conforme os interesses e isso não é justo. Eu tinha uma agenda já, eu não posso viver do que eles querem para hoje. E nós temos 24 deputados, o que temos que ter aqui é quórum. Eu sou do interior, não posso deixar de atender minhas bases. Se faltou 1, 2, 3.. a Casa continua funcionando. Ontem todos estavam aqui, menos eu. Hoje fui o primeiro a chegar aqui e não tinha ninguém, nem por isso critiquei. O que não pode ter aqui é maldade, sacanagem, nem perseguição”, completou Xuxu.

A ausência dos deputados nas sessões tem sido frequentemente criticada por Botelho. No início do ano ele já havia ameaçado cortar o ponto dos faltosos e, em julho, o presidente chegou a sugerir que os colegas mudassem de profissão.

Na semana passada, o presidente anunciou que iria promover o corte da verba indenizatória dos parlamentares que não estivessem na Casa para participar do “mutirão” promovido pelo Legislativo para limpeza de pauta. Com uma série de matérias importantes e atrasadas, os deputados precisam apreciar 53 projetos de lei, além de Propostas de Emenda à Constituição (PEC). Na noite desta terça-feira (10), apenas 18 foram apreciados.

Xuxu Dal’Molin, conforme determinação de Botelho, terá R$ 830 descontados de seu salário, dos cerca de R$ 25 mil que ganha por mês. O deputado também deverá sofrer cortes em sua verba indenizatória de R$ 65 mil, seguindo outra promessa feita pelo presidente da Casa na semana passada.

Nesta quarta-feira (11), Xuxu justificou sua ausência, disse que cumpria agenda com o governador em Lucas do Rio Verde, e defendeu mudanças no “sistema” do Legislativo. “Eu concordo com o presidente, nós temos muitas coisas para mudar aqui. Eu já fui deputado federal, porque lá quando o deputado falta ele tem que ter seu ponto cortado sim, mas é diferente de mim porque eu justifiquei. Nós temos que criar procedimentos, um deles é que a pauta chegue com 24h, no mínimo, porque é impossível eu ler tudo na hora. Eu gostaria que essa atitude que aconteceu não seja isolada”.

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Michele
    12 Set 2019 às 06:13

    Já trabalham tão pouco, vivem no mundo ideal, onde não há escassez de recursos, tudo é possível... E não conseguem comparecer 3 dias na semana para "trabalhar"... O cara é eleito para legislar ou para inaugurar obra municipal??

  • Willian
    11 Set 2019 às 15:59

    Esse deputado não é aquele que foi para China, depois para a Antartida? Está precisando voltar para lá, pra dar uma esfriadinha na cabeça. kkkk

  • Xai
    11 Set 2019 às 12:30

    É justo. Corta o dele e o dos outros que faltarem, também. Eles precisam aprender a adequar seus compromissos fora da AL aos dias em que não há sessão.

  • claudia
    11 Set 2019 às 12:09

    a agenda inclui a sessao de votação, entao se tem pauta com governador no interior, só vá nos outros dias! CORTE DE SALARIOS POR FALTA JAAAAAAAAAAA

  • alexandre
    11 Set 2019 às 11:39

    Não trabalha não recebe, deputado é pra votar leis não bajular prefeitos

Sitevip Internet