Olhar Direto

Terça-feira, 22 de outubro de 2019

Notícias / Política MT

Servidores envolvidos em fraudes serão afastados ou exonerados da Sema

Da Redação - Isabela Mercuri

16 Set 2019 - 13:56

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Servidores envolvidos em fraudes serão afastados ou exonerados da Sema
Os engenheiros florestais e outros servidores efetivos envolvidos nas fraudes em tipologia vegetal que foram descobertas pela sexta fase da Operação Polygonum serão afastados. Os que são exclusivamente comissionados serão exonerados da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).

Leia também:
Coordenador da Sema é preso em operação contra desmatamento ilegal; carros de luxo apreendidos

A sexta fase da operação foi deflagrada na manhã desta segunda-feira (16), para o cumprimento de 12 mandados de prisão e 13 de buscas, totalizando 25 ordens judiciais expedidas contra engenheiros florestais, empresário e servidores da Sema.

Desta vez, o foco é na tipologia de áreas. Ela é resultado das investigações realizadas pela Dema e o MPE, com apoio do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e da Sema. Os mandados foram expedidos pela juíza da Vara Especializada do Crime Organizado de Cuiabá, Ana Cristina Silva Mendes.

De acordo com a assessoria, o trabalho da Sema possibilitou o cruzamento de informações para identificar as fraudes em tipologia vegetal.  As investigações das demais tipologias suspeitas serão feitas em conjunto pelo Ministério Público Estadual (MPE), Delegacia Especializada de Meio Ambiente e o órgão ambiental estadual.

As investigações conduzidas pela Dema e MPE, com apoio da Sema, indicam que proprietários de imóveis rurais, através de engenheiro florestal, fraudavam o sistema ambiental com relatórios ambientais inidôneos.

As fraudes consistiam em inserir nos relatórios dados falsos sobre a fisionomia da vegetação (como dossel e sua altura) e composição florística (leva em conta o tipo de vegetação que ocorre no bioma).

A vegetação típica de floresta apresenta, por exemplo, altura de dossel (tipo e altura da copa das árvores) e vegetação diferentes do que ocorre com vegetação típica de cerrado.

Nos relatórios de tipologia, os engenheiros florestais atestavam que a altura do dossel e a vegetação encontradas na propriedade eram de cerrado quando na verdade eram de floresta. O imóvel localizado em bioma amazônico, por exemplo, pode ser desmatado em apenas 20%. Contudo, se a tipologia florestal for de Cerrado, o proprietário tem direito a desmatar 65%.

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Indiara
    17 Set 2019 às 03:37

    Sema e Detran MT. eita povo que gosta de uma manchete, kkkkkk

  • Josuel
    16 Set 2019 às 19:21

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Timotio
    16 Set 2019 às 17:50

    Cadê os nomes e funções????

  • chuck-NORRIS
    16 Set 2019 às 15:13

    NOMES???? cadê os nomes? funções??

  • trabalhador
    16 Set 2019 às 14:43

    nomes ,parabens cuiabá passando alimpo tirando as mascaras e esperamos providencias,

  • Mauro
    16 Set 2019 às 14:24

    Sr. Governador pra resolver o problema da Sema é só instalar a DEFAZ lá dentro.