Olhar Direto

Terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Notícias / Esportes

Cuiabá Arsenal pede cessão do COT Pari para criar CT de futebol americano e abrigar jogos de campeonato

Da Redação - Wesley Santiago

05 Out 2019 - 15:10

Foto: Junior Martins/AACA

Cuiabá Arsenal pede cessão do COT Pari para criar CT de futebol americano e abrigar jogos de campeonato
O Cuiabá Arsenal, um dos principais times de futebol americano do país, pediu ao Governo do Estado a cessão do Centro Oficial de Treinamento (COT) do Pari, localizado em Várzea Grande (região metropolitana da capital mato-grossense), para que o local seja transformado na ‘casa’ do time. Para isto, o clube iria em busca de parceiros com o intuito de finalizar as obras e terminaria com a incansável busca por um espaço onde possa atuar pelo campeonato nacional.

Leia mais:
Mauro praticamente ‘abandona’ COT do Pari e afirma que obra de R$ 31 milhões não tem funcionalidade
 
“Nós sabemos que o futebol é prioridade e isso já nos foi deixado bem claro. Sabendo da situação do COT, comecei a sondar alguns parceiros e eles viram com bons olhos a intenção da gente assumir o COT do Pari e concluir as obras. A intenção é transformar em um centro de treinamento e um local que possa abrigar os jogos do Cuiabá Arsenal”, explicou o presidente Denevaldo Barbosa Pereira Junior em entrevista ao Olhar Direto.
 
A intenção, segundo o presidente, é transformar o local em uma praça esportiva não só do futebol americano, mas também de outros esportes de grama. A proposta, encaminhada à Secretaria de Infraestrutura (Sinfra), funciona da seguinte forma: a empresa responsável pelo projeto terminaria a parte que já recebeu e não executou; posteriormente, o Cuiabá Arsenal iria terminar o que resta do projeto, podendo até fazer a cessão dos naming rights com o intuito de angariar recursos para a obra.
 
Outra questão que poderia ser um empecilho para a cessão do espaço também já está praticamente superada, segundo o presidente. “Conversamos com o advogado do dono do terreno, que cedeu o espaço para a construção do COT e entrou na Justiça tentando reavê-lo. Eles concordaram com a cessão para o Cuiabá Arsenal e, caso seja concretizada, só estão pedindo de volta os cinco hectares que não foram utilizados pelo Estado. Seria bom para todo mundo”.
 
“Estamos sofrendo para conseguir achar lugar para jogar. São locais com pouca estrutura. Participamos da liga de elite nacional, que está crescendo bastante. São mais de cinco mil atletas no país. Justamente para dar otimização nos espaços esportivos. Isto iria salvar a própria existência do esporte em Mato Grosso. Várias cidades já montaram seus times. Seria um estrutura que não temos em parte nenhuma do país”, finalizou o presidente.

Mauro abandonou

O governador Mauro Mendes (DEM) praticamente abandonou as obras do Centro Oficial de Treinamento (COT) do Pari, localizado em Várzea Grande. Na manhã deste sábado (05), durante vistoria em alguns projetos, ele afirmou que o local, orçado em R$ 31 milhões, não tem funcionalidade alguma. “Não temos dinheiro para jogar fora”, disse o chefe do Executivo, ao lembrar que existem questões mais importantes para serem tratadas e que irão beneficiar ainda mais a população.

“Temos que saber se aquela obra [COT do Pari] serve para alguma coisa. Temos o Verdão [Arena Pantanal], Dutrinha, COT da UFMT. Temos de saber qual será a utilidade. Terminar para depois abandonar, não tem o menor sentido, não temos dinheiro para jogar fora. Ninguém, até hoje, me apresentou uma proposta clara e viável para tornar aquilo um equipamento público que tenha funcionalidade, que sirva para alguma coisa”, disse o governador.

Recentemente, o secretário  de Infraestrutura (Sinfra), Marcelo Padeiro, cogitou a possibilidade de oferecer o COT do Pari para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), com o objetivo de transformar o local em um Centro de Treinamento do futebol feminino.

Padeiro também afirmou que são estudados outros destinos, como a prefeitura da cidade, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar ou clubes de futebol da cidade. Além disto, ele destacou que o COT fica em uma área nobre do que chamou de ‘Nova Várzea Grande’. “Vamos ter o Fórum, diversos órgãos estão indo para lá, temos condomínios. É uma área em crescimento”.

Cenário de terror

Em junho de 2018, quatro anos após a Copa do Mundo de 2014, o Olhar Direto esteve no COT do Pari para verificar o estado do projeto. Abandonado, o local mais parecia um cenário de filme de terror, com a estrutura cheia de mato e bastante precária.

A obra do Centro Oficial de Treinamento Rubens dos Santos está orçada em R$ 31,7 milhões e mais de R$ 21 milhões já foram repassados ao Consórcio Barra do Pari, que tem como líder a empresa Engeglobal. Cerca de 70% estão concluídos.
 

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Paulo Sérgio
    14 Out 2019 às 16:13

    Parabéns pela iniciativa é coragem, que seja um centro de ponta ao esporte, não esquecendo de estacionamento e áreas de apoio na devolução do terreno ao proprietário.

  • Victor Oliveira
    06 Out 2019 às 11:03

    KKK, como se futebol americano no Brasil tivesse alguma importância.... Parem que querer o espaço público, esse espaço que deveria estar sendo usado pelo Operário de Várzea Grande (o tradicional, não esse Ltda). Jà basta o quanto esse Cuiabá Arsenal prejudicou o futebol da bola redonda aqui usando e desfazendo as marcações do estádio Presidente Dutra em anos anteriores.

  • Gef
    06 Out 2019 às 09:08

    Aí sim! Aí e coragem

  • Gumercindo do Dom Aquino
    05 Out 2019 às 17:15

    Excelente notícia. Tomara que as partes interessadas se entendam e o COT finalmente possa ser utilizado. Parabéns aos gestores e esportistas envolvidos nessa idéia maravilhosa.

  • Dito borracheiro
    05 Out 2019 às 16:39

    Tomara que o Cuiabá arsenal consiga o espaço e conclua a obra, até pra esfregar na cara do poder público e governo pra mostrar o quanto eles são incompetentes.

Sitevip Internet