Olhar Direto

Quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Notícias / Cidades

IBGE deve abrir 272 vagas de agente recenseador em Várzea Grande, garante prefeitura

Da Redação - José Lucas Salvani

08 Out 2019 - 16:47

Foto: Assessoria

IBGE deve abrir 272 vagas de agente recenseador em Várzea Grande, garante prefeitura
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) deve abrir 272 vagas em 2020 para agente recenseador em Várzea Grande. O anúncio foi feito pela prefeitura do município nesta terça-feira (8), após uma reunião de planejamento com a direção do IBGE de Mato Grosso. 

Leia mais:
IBGE lança seletivo com 76 vagas em MT e salários que chegam a R$ 3,1 mil

“As informações do Censo são essenciais para que a própria gestão municipal saiba aonde é melhor investir determinados recursos, como a construção de unidades escolares e de saúde pública para atender o público”, disse a prefeita Lucimar Campos (DEM) durante a reunião.

Em setembro, o IBGE divulgou um edital para o Censo Demográfico 2020 com 76 vagas em Mato Grosso, com salários de até R$ 3,1 mil. As inscrições vão até a próxima terça-feira (15).

Em Mato Grosso, entre as 272 vagas, serão 38 vagas para agente censitário operacional (ACO) somente para Cuiabá, enquanto as demais são para coordenador censitário subárea (CCS) em todo o estado. Para CCS, na capital mato-grossense são quatro oportunidades, enquanto em Várzea Grande e Rondonópolis são duas para cada uma das cidades.

As provas estão previstas para 8 de dezembro e serão realizadas em todos os municípios onde há vagas. Além disso, os candidatos a coordenador censitário subárea devem ter carteira nacional de habilitação definitiva ou provisória, dentro do prazo de validade, no mínimo para categoria B.

O pagamento da taxa de inscrição deverá ser feito até 1º de novembro, sendo de R$ 58 para coordenador censitário subárea e de R$ 42,50 para agente censitário operacional. A jornada de trabalho para ambos os cargos será de 40 horas semanais, sendo oito horas diárias.

Os contratados terão direito aos auxílios alimentação, transporte e pré-escolar, além de férias e 13º salário proporcionais. O período máximo da contratação é de 12 meses, podendo ser prorrogado de acordo com a Lei nº 8.745/93. Os contratos terão vigência de 30 dias, podendo ser sucessivamente prorrogados por igual período, de acordo com a necessidade do trabalho e/ou disponibilidade de recursos orçamentários. O desempenho dos contratados será avaliado mensalmente.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet