Olhar Direto

Quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Notícias / Política MT

Com 18 assinaturas, deputado apresenta requerimento para abrir CPI da Energisa

Da Redação - Isabela Mercuri

09 Out 2019 - 09:20

Foto: AL-MT

Com 18 assinaturas, deputado apresenta requerimento para abrir CPI da Energisa
O deputado estadual Elizeu Nascimento (DC) apresentou um requerimento para abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar possíveis irregularidades da empresa Concessionária de Energia Elétrica de Mato Grosso Energisa S/A, em sessão ordinária nesta terça-feira (8), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). Até o momento, dezoito parlamentares já assinaram o documento – o mínimo para abrir a CPI são oito assinaturas.

Leia também:
Empresário que criou petição para CPI da Energisa alega que medidores não têm fiscalização

As investigações serão sobre o aumento abusivo nas contas de energia elétrica nos municípios do estado de Mato Grosso, bem como o enxugamento nos quadros de funcionários e a má prestação dos serviços concessionados.

Para Elizeu, a instalação da CPI é justificável, devido ao grande o número de pessoas reclamando dos serviços prestados pela empresa. A Energisa lidera o ranking de reclamações no Procon. Além disso, existe uma petição pública de abaixo-assinado nas redes sociais, encabeçada por Lucas Barroso, com mais de 9 mil  assinaturas, solicitando a instalação da CPI.

No próximo dia 15 de outubro, será realizada uma audiência na Assembléia Legislativa para debater os serviços oferecidos pela Energisa. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas do Estado de Mato Grosso (STIU-MT), muitas vezes os trabalhadores têm sofrido violência física e moral, como se fossem os responsáveis pela precarização dos serviços e a prática de preços muito acima da inflação.

Também na última terça-feira (8), o Sindicato manifestou apoio à audiência. A categoria cita a discrepância entre o lucro líquido de R$ 712 milhões desde que a empresa começou a atuar e as condições precárias de serviços dos funcionários, além da diminuição de pessoal.

Em outubro, o sindicato entregou carta questionando a precarização da qualidade dos serviços de distribuição de energia elétrica, causadas pela redução da Força de Trabalho e devido às práticas da administração da Empresa, enquanto que a conta de energia elétrica, entre os anos de 2014 a 2019, sofreu reajuste de 65,76% e a inflação foi de 29,59%, portanto, 36,17% acima da inflação.

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Chiquinha
    09 Out 2019 às 17:08

    Tem que obrigar os titulares de unidades consumidoras de energia elétrica a efetuar manutenção ou podas em árvores que atrapalha o padrão de vizinho. Evitando danos alheios.

  • Castriel Jr
    09 Out 2019 às 14:10

    Parabéns ao Deputado Elizeu Nascimento pela iniciativa em atender a população matogrossense que a muito tempo não tinham uma representatividade. #ElizeuNascimento

  • ANTONIO SANTANA
    09 Out 2019 às 12:15

    Tomara q seja uma CPI séria e que não vire em PIZZA.

  • José Carlos dos Santos
    09 Out 2019 às 12:00

    estao de parabéns os deputados essa energisa assalta o povo matogrossense

  • Polyana
    09 Out 2019 às 10:27

    Abusivo a conta de energia que chegou esse mês dobro o valor .

  • João Vicente Moreira Peres
    09 Out 2019 às 10:17

    Já passou da hora de acionar judicialmente está empresa que presta um desserviço ao povo Matogrossense com suas tarifas caríssimas e um serviço de péssima qualidade, vcs aí da Capital já sofre com os desmandos desta empresa imagina nós do interior , vamos ver se desta vez está Assembleia de Deputados olhem com bons olhos para os menos favorecidos.

Sitevip Internet