Olhar Direto

Quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Notícias / Cidades

Criminoso é morto em confronto com a GCCO; comparsas e policial baleados

Da Redação - Wesley Santiago

10 Out 2019 - 08:27

Foto: Reprodução

Criminoso é morto em confronto com a GCCO; comparsas e policial baleados
Johne Ribeiro da Silva, idade não informada, foi morto após entrar em confronto com os homens da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), na última terça-feira (08), durante uma ação em Lucas do Rio Verde (357 km de Cuiabá). Além disto, também foi possível a recuperação de R$ 1,2 milhão em defensivos agrícolas.

Leia mais:
GCCO prende três acusados de extorsão que se passavam por policiais para cometer crimes
 
A ação resultou na desarticulação de um grupo criminoso especializado em roubos e receptação de defensivos. Durante as diligências houve confronto entre os policiais e os criminosos. Um policial foi ferido de raspão e três integrantes da quadrilha acabaram baleados.
 
Entre os suspeitos estão Johne Ribeiro da Silva, que morreu no local; Kassiano Camargo, socorrido e internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de uma unidade do município e Reinald Stephanio Arouca de Moura, preso na quarta-feira (09), atingido com um disparo no pé.
 
A equipe da GCCO já investigava a organização criminosa há algum tempo pelo envolvimento do grupo em crimes de roubo e receptação de defensivos agrícolas, no interior do estado. A Polícia Civil recebeu informações de que a quadrilha faria o transporte de uma carga roubada, na terça-feira (08), em Lucas do Rio Verde.
 
Com base no levantamento, equipes da GCCO coordenadas pelo delegado Frederico Murta foram até a cidade, onde após trabalho de monitoramento, flagraram cinco integrantes da organização criminosa, em via pública no bairro Parque das Emas II, fazendo o transbordo de dos produtos agrícolas de um caminhão-baú para uma caminhonete Ford Ranger.

No momento da abordagem policial, os criminosos reagiram à ação, efetuando disparos de arma de fogo contra as equipes, fugindo em direção  oposta. Além disto, ainda  tentaram jogar os veículos contra os policiais. Foram efetuados disparos contra os pneus do veículo, porém, eles aceleraram ainda mais com objetivo de atingir as equipes que faziam o cerco policial.
 
Toda a carga de defensivos que estava com o grupo foi apreendida – são mais de 215 galões de 20 litros e 50 caixas de defensivos - totalizando 5 mil litros de agrotóxicos avaliados em aproximadamente R$ 1,2 milhão, além de um revólver calibre 38 que estava em poder dos suspeitos.
 
Em continuidade às diligências, policiais da GCCO e da Delegacia de Lucas do Rio Verde conseguiram prender o terceiro integrante do grupo na quarta-feira (09). O suspeito foi conduzido à delegacia do município, onde após ser interrogado pelo delegado Daniel Santos Nery, foi autuado em flagrante pelos crimes de receptação, associação criminosa e tentativa de homicídio tendo policiais como vítimas.

Segundo o delegado da GCCO, Frederico Murta, que coordenou as investigações, grande parte da carga recuperada foi roubada pelo grupo no dia 05 de outubro, na cidade de Itanhangá, ocasião em que 12 homens armados amarraram as vítimas e fugiram levando reféns.

“É uma organização criminosa especializada e fortemente articulada, com vários integrantes. No decorrer das investigações o grupo poderá responder por outros crimes como a participação em diversos roubos de defensivos”, disse o delegado.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Sr. Sincero
    10 Out 2019 às 21:09

    Esse pessoal do GCCO (Grupo de Combate Crime Organizado) da POLÍCIA JUDICIÁRIA CIVIL de MT tem meus cordiais respeitos!!! Pessoal bom de serviço, não ficam se aparecendo nem fazendo firulas, vão lá e mostram a que foram!!! Parabéns, nota 10!!!

  • Pedro Mota
    10 Out 2019 às 15:08

    Parabéns a Polícia Militar pela atuação. Agora, nossos policiais precisam de uma melhora na pontaria. Vamos para um treinamento de tiros, assim, ninguém teria ido para o hospital e preso posteriormente com um tiro no pé.

  • Edgar
    10 Out 2019 às 10:27

    Espera-se que a Justiça honre os esforços despendidos por esses heróicos policiais e mantenham esses inescrupulosos bandidos recolhidos no presídio.

  • JOSE NILDO
    10 Out 2019 às 09:23

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet