Olhar Direto

Segunda-feira, 11 de novembro de 2019

Notícias / Esportes

Projeto social arrecada valor para reforma de mini-estádio, doação de bolas e coletes para time infantil

Da Redação - Thaís Fávaro

10 Out 2019 - 17:10

Foto: Assessoria

Projeto social arrecada valor para reforma de mini-estádio, doação de bolas e coletes para time infantil
O bairro Jardim Três Poderes, localizado na Capital mato-grossense, onde residem mais de 600 famílias de classe baixa, foi escolhido pelo aluno Aécio Rodrigues, para ser reformado e revitalizado pelo projeto Renova BR. A proposta faz parte de um dos desafios lançados pela Renova BR como parte de uma das atividades de seus alunos. Todos, no Brasil, receberam a missão de entregar no último sábado (5), uma ação concretizada, seja ela uma reforma ou construção, desde que o beneficiário fosse a população. Com orçamento previsto em R$ 4 mil, mas que chegou ao teto de R$ 10 mil, o aluno ainda conseguiu doação de camisetas e bolas oficiais para o time da criançada.

Leia mais
Judoca de Mato Grosso, David Moura conquista prata no Grand Slam e lidera disputa por vaga olímpica
 
O mini-estádio que leva o nome do bairro foi criado em 2006 e desde então essa é a primeira vez que passa por reformas. O campo recebe todos os dias, de segunda a sexta-feira, cerca de 80 alunos da escolinha de futebol Corcuia, entre 8 e 15 anos, que levam o projeto a sério e carrega o sonho de ser jogadores de futebol profissionais. Por lá, a exigência é que estejam matriculados e que tenham assiduidade nas aulas e bom rendimento escolar.



O comportamento em casa, também fala alto. O presidente da turminha é quase um pai para os pequenos. Reginaldo Epídio, que é professor de Educação Física,   criou assumiu o time há quase quatro anos e nesse período, já inseriu os atletas em diversos campeonatos.

O critério de escolha do bairro, segundo Aécio, foi  a precariedade.  Com o desafio à frente, Aécio foi atrás de apoiadores, voluntários e patrocinadores. Sua peregrinação em busca de mais "braços", renderam bons frutos. Isso porque amigos e colegas e até mesmo pessoas que não o conhecia, abraçaram a causa e fizeram muito além do esperado.

As vaquinhas e pedidos feitos nas redes sociais, fez de Aécio um colaborador rodeado de amigos e parceiros que sensibilizaram com a causa e participaram de forma direta na construção de um sonho coletivo que envolve à comunidade, principalmente as crianças que também ajudaram na reforma.

Bairro precário, deficiente de infraestrutura e em nada assistido pelo Poder Público. Crianças, adolescente e até mesmo adultos, têm o mini-estádio como o único ponto de lazer na comunidade. Moradores contam, que o espaço que antes era utilizado como boca de fumo e esconderijo para marginais, ganhou vida a partir deste sábado com a entrega de um  mini-estádio reformado, com traves novas, 1.600 metros quadrados de grama plantada  e marcações.

"O tio Aécio é meu amigo agora. Ele fala de verdade, não enganou a gente. Somos todos agradecidos pelo que fez por nós. Agora eu não vou mais cair, nem ficar tossindo direto porque aqui (campo), a gente comia poeira durante as partidas. Treinávamos em cima de muita pedra e terra. Quando caiamos então, certeza que voltava para casa todo arrebentado por causa das pedras. Eu já cortei a cabeça, por exemplo", disse Jeferson Cauã, 10 anos, aluno do Corcuia.

Para Reginaldo,que é também  presidente da Escolinha Corcuia, a reforma e revitalização do campo foi um milagre. "Eu estava fazendo almoço quando o Aécio, tão novo, só 28 anos, acompanhado de um outro jovem, bateram na porta de minha casa para falar da reforma que gostaria de realizar. Eu não acreditei, parecia um sonho, um milagre, porque já batemos em muitas portas e sempre voltamos com um não. Essa proposta da Renova BR foi a melhor e mais concreta que já vi até hoje, espero que o Aécio continue assim e que abrace outras comunidades que precisam de pessoas determinadas e com uma visão tão além do impossível como ele", avaliou o treinador das crianças.

Campo antes da ação 

Adelino Ferreira de Souza, morador do bairro, foi um dos que mais ajudou na ação que durou menos de dez dias. Ele conta empolgado, que nunca viu em seu bairro algo do tipo e também destacou a ação que hoje, realiza em todo o Brasil, ações semelhantes em prol de comunidades que são invísiveis aos olhos do Poder Público.

"Moro há muitos anos aqui e nunca vi algo nem parecido. Vejo algumas coisa, mais promessas que coisas, em período de campanha eleitoral. Até achei que fosse pegadinha. Me sinto grato eternamente a esse menino e ao Renova BR, que trouxe para nossa comunidade, mais dignidade e vida. Tenho quatro netos nesse projeto do futebol e por isso fiz com muita alegria e faria de novo e, se quiserem voltar não vamos achar ruim não", brincou.

BOM DESEMPENHO

Carmem Alves é mãe de Lucas Gabriel. Orgulhosa, ela conta que a rotina do filho agora é outra. Está mais preocupado com os estudos, ajuda mais nas atividades da casa e que depois da notícia da reforma do mini-ginásio não fala em outra coisa.

"Só fala nisso agora. Está mais empolgado do que já era. Fico feliz e como mãe, só devo agradecer o apoio de todos. Essa reforma trouxe também a certeza de que sonhos acontecem. Meu filho sempre acreditou que um dia o campo iria ser melhor e olha que aconteceu quando nem imaginávamos. Não existiu promessas, o senhor Aécio veio, disse que iria abraças essa causa e o resultado está aí", comemorou Carmem.
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet