Olhar Direto

Sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Notícias / Política MT

Botelho vê descaso da Energisa com consumidor e questiona aumento da tarifa

Da Reportagem Local - Carlos Gustavo Dorileo/Da Redação - Lucas Bólico

15 Out 2019 - 10:35

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Botelho vê descaso da Energisa com consumidor e questiona aumento da tarifa
O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho (DEM), afirmou que a Energisa terá de explicar o “descaso” com o consumidor do Estado. Na manhã desta terça-feira (15), Botelho presidiu audiência pública para debater o tema e afirmou que a CPI instalada na casa para investigar a concessionária deverá responder porque a conta do consumidor está mais alta.

Leia também:
Botelho dá cinco dias para blocos indicarem deputados membros da CPI da Energisa
 
“Nós queremos saber, se não teve revisão tarifária, por que aumentou tanto”, questionou Botelho, antes de a audiência pública começar. De acordo com o presidente da AL, há uma insatisfação generalizada em MT com os serviços prestados pela concessionária.
 
“Nós estamos aqui começando esse debate, vamos dar oportunidade para eles demonstrar aqui, de fazerem suas explanações, e levarem as reclamações para eles entenderem que precisa mudar e a CPI foi criada. Eu como presidente não posso propor a CPI, mas nós articulamos com alguns deputados para montar essa CPI para que nós possamos entrar mais fundo na questão das contas, na questão do atendimento, na questão da diminuição da estrutura que a Energisa vem fazendo em Mato Grosso. Enfim, no descaso com o consumidor de um modo geral”.
 
O presidente da AL ainda cobrou respeito da empresa com os trabalhos da Casa. De acordo com Botelho, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que regula o setor no país, irá participar da CPI e reberá os relatórios produzidos pelos deputados. “Tem que respeitar o povo de Mato Grosso. Tem sim importância, a CPI vai levar ao conhecimento da Aneel. A Aneel já disse que vai estar aqui junto conosco, então ele já está começando errado ao falar que não tem importância, tem sim senhor, ele tem que respeitar o povo de Mato Grosso primeiramente”.
 
Diretor-Presidente da Energisa, Roberto José Barbanera, presente na audiência pública, afirmou que uma CPI desgasta a imagem da empresa, mas afirmou que essa será uma oportunidade de esclarecer informações à sociedade. Para ele, a complexidade do setor elétrico faz com que desinformação se espalhe.
  
 
“Talvez nós da Energisa tenhamos falhado em levar esclarecimento a toda à população, sociedade e à própria Assembleia Legislativa”. Ele se disse surpreso com a rápida criação da comissão no parlamento. “O assunto evoluiu de uma audiência publica para CPI em três dias. Foi muito rápido, a gente não teve tempo de se posicionar”.
 
O presidente da Energisa liga as reclamações de aumento da tarifa ao aumento da temperatura nas últimas semanas. “Estamos muito tranquilos. A CPI é um bom momento, embora todo transtorno que dê, para mostrar transparência e lisura”.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Ronaldo
    16 Out 2019 às 12:06

    A questão em si não e só o aumento e também tem que ver a questão dos impostos altíssimo s que pagamos , e igualar a energia do mato grosso com a dos outros estados

Sitevip Internet