Olhar Direto

Sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Notícias / Política MT

Governador sanciona lei que cria taxa de R$ 316 no financiamento de veículos

Da Redação - Wesley Santiago

15 Out 2019 - 11:40

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Governador sanciona lei que cria taxa de R$ 316 no financiamento de veículos
O governador Mauro Mendes (DEM) sancionou, na última segunda-feira (14), a Lei nº 10.956, que trata da criação da Taxa de Registro de Contrato de Financiamento de Veículos junto ao Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT). A partir de agora, será cobrado o valor de R$ 316. A medida faz parte do processo de modernização e desburocratização dos serviços da autarquia.

Leia mais:
Detran deve começar a parcelar dívidas no cartão de crédito em até um mês: “Tem que caber no bolso”
 
O Detran informou que a taxa de R$ 316 será paga pelas agências financeiras no ato do financiamento de veículos e não pelos compradores. A partir de agora, o serviço passa a ser executado e gerenciado 100% pelo órgão.
 
O diretor de Veículos da autarquia, Augusto Cordeiro, explica que, no contrato anterior, o Detran apenas recebia uma outorga pelo serviço, sendo a empresa concessionária responsável pela estrutura física e pessoal. “Na atual proposta o serviço de registro de contrato utilizará a estrutura física, equipamentos e servidores do próprio Detran”.
 
O presidente da autarquia, Gustavo Vasconcelos, reforça que a encampação do serviço da taxa pelo Detran vai aumentar a arrecadação sem gastos para os cofres públicos. “Isso vem ao encontro do que diz o princípio da eficiência dentro da administração pública”.
 
O serviço foi instituído nas Resoluções de números 320 e 689, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que proíbe que o valor seja cobrado do cidadão. A taxa de R$ 316 foi definida utilizando parâmetros de outros Detrans de Estados como Minas Gerais, Espírito Santo e Rondônia.

Este mesmo serviço, que era feito pela EIG Mercados, foi alvo da 'Operação Bereré', que tinha como objetivo apurar um desvio de R$ 30 milhões da autarquia entre os anos de 2009 a 2015.

16 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • AFFF
    15 Out 2019 às 22:19

    Antes a empresa ganhava milhões pra fazer esse serviço, agora o servidor do Detran vai fazer mais uma atividade e não vai ver nem a cor desse dinheiro sendo revertido em melhorias salariais!

  • Luciano
    15 Out 2019 às 21:09

    Essa taxa vai ser repassada via financiamento de campanha política. Por 30 reais eu faço a inscrição de alienação no recibo e ainda dou um café e bolo de queijo para o cliente. Palhaçada isso

  • Leo
    15 Out 2019 às 17:30

    Ou esse povo é desprovido de inteligência ou estão achando vc que o cidadão o é eles acreditam mesmo que não repassarão a taxa para os clientes? Mar moço!!!!

  • Cuiabano
    15 Out 2019 às 15:52

    Você acha que a Financeira não vai Enfiar mais essa Taxa Garganta Abaixo nos Clientes. Os Clientes tem alguma outra alternativa.? Governo Arrecadador E Com Serviços Péssimos. Mais Uma Fórmula Pra Roubar o Contribuinte que Não tem Outra Saída.

  • Walter
    15 Out 2019 às 15:51

    Tasca taxa nesses riquinhos para garantir nosso RGA. Agora gostei companheiro Governador!

  • Simone
    15 Out 2019 às 15:43

    Os carros no MT já são mais caros que muitos estados, agora mais essa. Mais um motivo pra mim não comprar carro aqui.

  • Critico
    15 Out 2019 às 14:44

    ABSURDO apenas fazer o grame? Num futuro próximo esse escândalo vira a tona. Quem viver vivera

  • cillmar
    15 Out 2019 às 14:43

    Até parece que as financiadoras não vão repassar esse custo.... vai sobrar para quem ?

  • ZÉ NINGUÉM
    15 Out 2019 às 14:17

    O Detran informou que a taxa de R$ 316 será paga pelas agências financeiras no ato do financiamento de veículos e não pelos compradores. A partir de agora o serviço passa a ser executado e gerenciado 100% pelo órgão. É FÁCIL ENGANAR O POVO. É SO DILUIR E AUMENTAR O VALOR DAS 24, 48 PARCELAS DO FINANCIAMENTO E O POVO É QIEM VAI PAGAR. AUMENTA $10 EM CADA PARCELA E TA PRONTA A ENGANACAO DOS $316.

  • gilberto
    15 Out 2019 às 14:13

    todos sabemos quem vai pagar essa conta não é suficiente o famigerado IPVA e tantos outros impostos.

Sitevip Internet