Olhar Direto

Sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Notícias / Política MT

Ex-ministro do TSE analisa processo de Selma e aponta “nulidades” em cassação

Da Redação - Érika Oliveira

19 Out 2019 - 14:32

Foto: Reprodução

Ex-ministro do TSE analisa processo de Selma e  aponta “nulidades” em cassação
O ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e atual assessor jurídico do Podemos, advogado Joelson Dias, analisou o processo de cassação da senadora Selma Arruda (Pode) e encontrou “nulidades que podem ser trabalhadas” no julgamento que será realizado pela instância superior. A informação é do deputado José Medeiros, presidente do partido em Mato Grosso, que voltou a destacar a confiança da sigla na manutenção do mandato de Selma.

Leia mais:
“Tirem o cavalinho da chuva”: Medeiros afirma que Selma ficará oito anos no Senado

“No nosso partido a gente bate na madeira, a gente não conta com isso. Porque seria enfraquecer nosso Estado. Nós contamos com a senadora Selma pelos oito anos e estamos lutando por isso. Nós temos um ex-ministro do TSE que faz parte do assessoramento jurídico do Podemos que já deu uma olhada no processo e disse que tem nulidades que podem ser trabalhadas e nós estamos confiando nisso”, disse Medeiros, em entrevista à TV Vila Real.

Eleita como a candidata mais votada ao Senado em 2018, com quase 700 mil votos, a juíza aposentada Selma Arruda teve seu mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, acusada de omitir da Justiça despesas de R$ 1,2 milhão durante a campanha, o que configura caixa 2 e abuso de poder econômico.

No mês passado, em um de seus últimos atos à frente da Procuradoria-Geral da República, Raquel Dodge, emitiu um parecer no qual defendeu a cassação imediata do mandato de Selma e a realização de novas eleições em Mato Grosso para preencher a vaga. A cassação de Selma ainda precisa ser confirmada pelo TSE, mas a análise do processo ainda não tem data marcada.

Joelson Dias foi ministro do TSE entre abril de 2009 e abril de 2011, por indicação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Ele deixou a corte e hoje é sócio do escritório Barbosa e Dias Advogados Associados, com sede em Brasília. Mestre em Direito pela Universidade de Harvard, Dias também já foi procurador da Fazenda Nacional e é membro fundador da Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Político (ABRADEP).
 

10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Aderbal Siqueira
    20 Out 2019 às 15:29

    O Colibri só que despejando dinheiro.

  • Donzela em Perigo, ui!!
    20 Out 2019 às 09:33

    Toda vez que ouço falar desse Medeiros é só assim, defendendo Temer, Bozo, Selma... nunca li um projeto no nome desse cara. A impressão que tenho dele é que faz do mandato uma tribuna de defesa para políticos parceiros dele. Deixando na orfandade todos seus eleitores. Triste de ver. Mesmo assim "ui ui ui".

  • Nonato
    20 Out 2019 às 02:28

    Que podemos que nada cangacerin mulè ta cassada

  • valdinei mendes
    20 Out 2019 às 01:56

    Em um país que não e respeitado a justiça, nunca acaba a corrupção.

  • Degas
    20 Out 2019 às 00:52

    Pra julgar a juíza Selma,celeridade total.Para a caterva,todo o tempo do mundo.

  • Mario Toledo
    19 Out 2019 às 19:34

    Selma é ex senadora. Não percamos tempo com ela.

  • joao
    19 Out 2019 às 18:55

    Verdade, só pela rapidez da tramitação deste processo, já é caso de nova discussão ou até nulidade. Um simples processo de dano moral, leva de 3 a 4 anos para sentença.

  • José Roberto de Freitas
    19 Out 2019 às 18:39

    Esse deputado entende de "Nulidade " não é ele o que falcificou a assinatura da Ata da vaga do senado pelo PPS?

  • Agenor
    19 Out 2019 às 17:34

    Qualquer um que seja pago vai dizer isso. Né .

  • Aderbal Siqueira
    19 Out 2019 às 15:54

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet