Olhar Direto

Terça-feira, 12 de novembro de 2019

Notícias / Meio Ambiente

Batalhão Ambiental intensifica fiscalização em rios de Mato Grosso durante Piracema

Da Redação - Thaís Fávaro

26 Out 2019 - 16:25

Foto: PM/MT

Batalhão Ambiental intensifica fiscalização em rios de Mato Grosso durante Piracema
Equipes do Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental intensificam a fiscalização nos rios de Mato Grosso durante o período de defeso da piracema, iniciado em 1º de outubro. O patrulhamento é realizado por meios fluvial e terrestre, nas principais bacias hidrográficas, a fim de coibir a prática da pesca depredatória. A “Operação Vigia” tem como objetivo resguardar os recursos naturais e combater o desrespeito ao período de proibição à pesca amadora e profissional que segue até o dia 31 de janeiro de 2020.
 
Leia mais
Sema e PM percorrem 1.200 Km de fiscalização durante Operação Piracema
 
O batalhão orienta que neste período é permitida somente a modalidade de pesca de subsistência, praticada artesanalmente por populações ribeirinhas ou tradicionais, como garantia de alimentação familiar. O transporte e comercialização de pescado oriundo da subsistência estão proibidos. Bem como a modalidade pesque e solte ou pesca por amadores também ficam proibidas nos rios de Mato Grosso.

O Comando do Batalhão Ambiental ressalta que a prática da pesca ilegal gera multas, que podem variar de R$ 1 mil a R$ 100 mil, além da apreensão do pescado e equipamentos.   

Mato Grosso é o primeiro Estado a definir o período de proibição da pesca tendo por base estudos científicos, já que a medida assegura a reprodução dos peixes, garantindo a preservação de espécies e o estoque pesqueiro. A pesca predatória e outros crimes ambientais podem ser denunciados por meio da Ouvidoria da PMMT pelo 0800-65-3939.
 

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Gilberto
    26 Out 2019 às 18:06

    Olha tem que ir na comunidade do Bandeira tão passando rede de arrastão tarrafas anzol de galha isso os próprios pescadores que ganha seguro defeso

Sitevip Internet