Olhar Direto

Quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Notícias / Cidades

Mãe pede ajuda para filho de quatro anos que está na UTI lutando contra o câncer há mais de dois

Da Redação - Thaís Fávaro

23 Out 2019 - 08:33

Foto: Divulgação

Mãe pede ajuda para filho de quatro anos que está na UTI lutando contra o câncer há mais de dois
O pequeno Robert Miguel, de apenas quatro anos de idade, está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá em tratamento contra o câncer há dois anos e meio. Durante esse período a criança já teve o rim retirado junto a um tumor de um quilo e meio, nódulos no pulmão e no maxilar, precisando passar por mais de 31 sessões de quimioterapia e 14 de radioterapia. Por conta disso, a mãe do menino, Driele Gonçalves, pede ajuda para conseguir pagar as despesas da casa e do tratamento, já que não consegue trabalhar por causa da rotina no hospital.
 
Leia mais
Em condições de moradia precárias, vaquinha arrecada dinheiro para ajudar criança de 3 anos com câncer
 
Há dois anos e meio, Robert teve que passar por uma cirurgia de retirada de um tumor de um quilo e meio que estava em seus rins, e um dos órgãos também teve que ser retirado. Depois de um ano, os médicos descobriram um nódulo no pulmão. Ele teve que passar por 14 sessões de radioterapia. Quatro dias após o término do tratamento, um novo caroço surgiu no rosto da criança.

Novamente, Robert passou por uma cirurgia, ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Driele recebeu a notícia que a doença havia voltado. O tratamento teria que ser iniciado novamente, sendo mais 31 sessões de quimioterapia e radioterapia.

Novamente internado na UTI, Robert agora foi passado para o tratamento paliativo do câncer que consiste em promover uma assistência por um equipe multidisciplinar com o objetivo de melhorar a qualidade de vida do paciente e dos seus familiares diante da gravidade da doença, por meio da prevenção e alívio do sofrimento.

Driele tem outros dois filhos de seis e sete anos. Robert precisa ser medicado e também tem uma alimentação diferenciada. A família vive em uma casa alugada no bairro Aráes, em Cuiabá. A residência está em condições precárias, o que pode agravar ainda mais o sistema imunológico da criança. 

Quem quiser e puder ajudar a proporcionar mais qualidade de vida para a família de Robert, pode entrar em contato com a Driele através do telefone (65) 9 9345-6863 ou por transferência bancária para os dados abaixo;
 
Caixa Econômica Federal
Ag: 0016
Op: 23
Conta: 00023559-4
CPF: 044101751-73

ou

Caixa Econômica Federal
Ag: 0016
Op: 013
Conta: 58087-1
CPF: 031.930.841-31
Nayrha Michelly Pedroso Novais
 

14 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Samanta nemer
    10 Nov 2019 às 12:06

    Olha comentário desnecessário dessa colega dizendo sobre casa de apoio etc ela tem mais 2 filhos eles com certeza estudam como ficariam em casa de apoio ela sim mereceria uma casa digna p ela tantos q não precisam e ganham então guarde comentário maldoso p vc eu creio Miguel vai sair dessa .

  • Francisco
    24 Out 2019 às 08:46

    Como tem gente amarga nesse mundo. Dá para ver pelos comentários de alguns. Não quer ajudar, não ajude. PEGUE SEU DINHEIRO FAÇA UM ROLINHO BEM CILINDRICO E ENFIE..... NO........ BOLSO. Não perca seu tempo aqui fazendo comentarios que não agrega valores.

  • Katia
    23 Out 2019 às 22:00

    Esse número é só do WhatsApp. Para falar diretamente com a mãe é só ligar no 65993447258 (Driele). Eles realmente precisam porque não possuem nenhuma fonte de renda e também nenhuma possibilidade da mãe trabalhar, pois o Miguel exige a presença dela 24h.

  • Emilene Silva
    23 Out 2019 às 15:21

    Quem precisa entrar em contato com ela por telefone é só adicionar o número que esta na matéria. O mesmo deve ser só Whatsap.

  • Maria Teresa
    23 Out 2019 às 15:05

    Não acredito nesses tipos de campanha. SUS fornece tratamento gratuitamente. Tem que dar seus pulinhos.

  • WALTER/Brasília
    23 Out 2019 às 12:53

    Amiga Sabrina Fonseca: a mãe disse q nao pode trabalhar, devido a rotina q tem q cumprir no hospital. A ajuda é para o tratamento do menino, mas também para custear as despesas de casa. Ta bem justificado o pedido dela, precisa de ser ajudada nesse momento. Se vc puder, dê sua ajuda ao menino e sua mãe, Deus te recompensará!

  • Dinilton
    23 Out 2019 às 12:39

    a Matéria esta explicando bem que a familia vive de aluguel e tem outros filhos e quando uma criança fica internado na UTI tem que estar acompanhado do pai ou da mae sendo assim dificulta mais para essa mae ajudar no sustento do seu Lar entao ele merece sim ajuda da sociedade tem comentario falando de casa de apoio e nao sabe que casa de apoio hospeda somente o paciente e o acompanhante e isso vindo de outra cidade e existe certos medicamentos que a rede SUS nao forneçe entao ela nao esta errada em pedir ajuda . Que Deus Abençoe esta Criança e de a Cura a Ela e que Deus de forças para a Familia tambem eu sei o quanto é dificil ter um filho doente que necessita estar morando em uma UTI ou ter que fazer um tratamento tao agressivo como este e outros tratamentos de saúde .

  • Maria aparecida da silva
    23 Out 2019 às 12:20

    Vi uma materia no fantastico dia 20/10 2019 do hospital de ribeirao preto em sao paulo Um senhor com cancer em fase terminal ha tinha feito varios tratamentos em outros lugares.e la em ribeirao fizeram um tratamento nele que ja reverteu a doenca .procurem entrar em comtato com esse hospital pra Deus nafa e impossivel.

  • Lya
    23 Out 2019 às 12:18

    Alguém escreveu abaixo que o Sus fornece casa de amparo , pelo que entendi a mãe necessita de ajuda porque já tem uma casa alugada . Quem já teve um paciente com câncer sabe a situação , estão pedindo porque precisa para completar algo ,. A palavra câncer doi na alma e o caso é grave com cuidados paliativos .Alguem pode me dizer como fazer transferência já que cc não aceita ? Não moro em Cuiabá .

  • Sabrina Fonseca
    23 Out 2019 às 10:51

    Existem casa de amparo para parentes e pacientes de câncer e SUS fornece atendimento gratuito. Não procede esse pedido dessa mulher.

Sitevip Internet