Olhar Direto

Terça-feira, 12 de novembro de 2019

Notícias / Política MT

Após 33 anos no PTB, Osvaldo Sobrinho se afasta do partido para acompanhar Niuan no Podemos

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

02 Nov 2019 - 12:00

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Após 33 anos no PTB, Osvaldo Sobrinho se afasta do partido para acompanhar Niuan no Podemos
Acompanhando o filho Niuan Ribeiro (Pode) em evento que o lançou como pré-candidato à Prefeitura de Cuiabá em 2020, o ex-senador Osvaldo Sobrinho revelou que se afastou do PTB, onde militou por 33 anos, e que irá se juntar ao primogênito daqui para frente no Podemos.

Leia também
Mauro desconversa sobre apoio a Niuan, mas garante que existem melhores opções que Emanuel


O ex-senador disse ao filho para não se preocupar com as críticas que vem recebendo e defendeu que ele permaneça na vice-prefeitura de Cuiabá, mesmo com o rompimento político com o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

“O que importa é cumprir sua missão. O Niuan não fez promessa ao titular na eleição, ele fez promessa para o povo. Foi o povo que elegeu ele”, disse o ex-parlamentar arrancando aplausos de todos presentes.

O ex-senador também contou um pouco de sua história de 33 anos no PTB, agradeceu a todos os companheiros com quem conviveu na sigla, onde foi senador, deputado federal e estadual, além de vice-governador, revelando que pediu seu afastamento para acompanhar Niuan no Podemos.

“Tenho 33 anos de PTB, ajudei a construir este país. Fui constituinte pelo PTB, não tenho nada a reclamar do partido, mas agora, no dever do ofício, entreguei ao presidente Francisco Galindo o meu pedido de afastamento, porque acredito que temos que estar junto das pessoas que pode fazer o melhor. Estou saindo sem nenhuma mágoa no coração. Deixei lá grandes amigos, mas o dever me obriga a sair para ajudar meu filho no Podemos. Tenho certeza que juntos podemos fazer melhor”, afirmou.

Além de Sobrinho, o evento também contou com a presença de todos os vereadores da oposição, do deputado estadual Silvio Favero (PSL) e do governador Mauro Mendes (DEM), além de lideranças estaduais e nacionais do Podemos.

O ato, além lançar a pré-candidatura de Niuan à prefeitura em 2020, também serviu como uma apresentação oficial em Cuiabá da chegada senadora Selma Arruda ao Podemos.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Feliciano
    04 Nov 2019 às 13:22

    Péssimo homem público, representa o que há de pior na politica, tomara que nunca mais tenha algum cargo ou função publica.

  • Realista
    03 Nov 2019 às 14:39

    Depois quando falamos em "Familiocracia" na política, a gente é censurada. O que é isso, hem Sr. Osvaldo Sobrinho? De uma forma geral os políticos fazem isso, salvo alguma raríssimas exceções, não é mesmo Sr. Emanoel Pinheiro, Jaime Campos, Julio Campos e outros?

  • Jose Olavo
    02 Nov 2019 às 13:52

    Esse ai foi um dos responsaveis pelo atraso de Mato Grosso, ele e sua trupe que sumam de uma vez por todas da politica, enquanto ao seu filho, deve ter sido bem treinado não é mesmo.

  • gilberto
    02 Nov 2019 às 13:09

    VÊ se PODE! Sempre usei o dinheiro do 13º pra pagar impostos como IPVA Licenciamento IPTU etc, já que o salario não dá pra tudo eis que vem um certo governador e resolve atrasar em um ano o pagamento que era feito no mês do aniversário do servidor. Consequência: Não deu pra pagar os impostos que foram parar na divida ativa, agora vem esse mesmo governador e promove um mutirão pra eu pagar meus impostos atrasados por eu não ter recebido o 13º pra que ele me pague o 13º que eu preciso pra pagar os impostos PODE ISSO ARNALDO?

Sitevip Internet