Olhar Direto

Terça-feira, 12 de novembro de 2019

Notícias / Política MT

Presidente da AMM afirma que inclusão de municípios na reforma da Previdência gera economia de R$ 3 bi

Da Redação - Vinicius Mendes

02 Nov 2019 - 07:54

Foto: Alair Ribeiro / TJMT

Presidente da AMM afirma que inclusão de municípios na reforma da Previdência gera economia de R$ 3 bi
O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, disse defender a inclusão dos municípios da Reforma da Previdência. A reforma aprovada pela Câmara dos Deputados excluiu estados e municípios. Neurilan afirmou que a inclusão traria uma gorda economia aos municípios, de mais de R$ 3 bilhões.
 
Leia mais:
Selma se posiciona contra inclusão de estados e municípios na reforma da Previdência
 
A inclusão de estados e municípios na Reforma da Previdência vem sendo discutida tanto em Brasília quanto nos Estados. O senador Wellington Fagundes (PR) explicou que as alterações que deverão ser promovidas pelo Senado na Reforma da Previdência serão incluídas em uma proposta de emenda à Constituição (PEC) paralela à matéria já aprovada pela Câmara dos Deputados. A inclusão de estados e municípios será tratada neste novo texto.
 
A edição de uma PEC paralela foi idealizada durante o Fórum de Governadores, realizado em Brasília. Mauro Mendes (DEM), que participou do encontro, segue firme na defesa da extensão das novas regras previdenciárias, que serão adotadas pelo Governo Federal, a todos os entes federativos.
 
“Com certeza [sou a favor]. Isso vai economizar para os municípios. Isso vai gerar uma economia de mais de R$ 3 bilhões de reais para os municípios”, explicou o presidente da AMM, Neurilan Fraga, que é outro que defende a inclusão.
 
O governador Mauro Mendes já revelou que sua equipe técnica está concluindo estudo sobre a Previdência de Mato Grosso e garantiu que até o final deste ano irá decidir se o Governo irá elaborar um projeto que assegure uma reforma própria, independente das últimas definições aprovadas em Brasília.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Indignado
    02 Nov 2019 às 10:03

    Wellington,Neurilan,MAURO MENTES todos traidores do povo e dos servidores públicos,querem retirar os poucos direitos que esses trabalhadores tem,porque não mexem nos privilégios dos políticos que são muitos e são muito maus onerosos para o pais e estados e municípios?

  • Maria da Guia de Campos Campos Elias Santana da Silva
    02 Nov 2019 às 08:26

    senador que votar a favor dessa reforma será marcado como traidor do povo e terá sua cara estampada nos outdoors

Sitevip Internet