Olhar Direto

Sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Notícias / Política BR

Com arrecadação menor que a esperada em leilão do pré-sal, MT terá direito somente a R$ 322 mi

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

06 Nov 2019 - 14:17

Foto: Reuters/Pilar Oliveira

Com arrecadação menor que a esperada em leilão do pré-sal, MT terá direito somente a R$ 322 mi
Com arrecadação bem menor do que o esperado pelo Governo Federal, estados e municípios vão receber somente a metade do valor estimado com o megaleilão da cessão onerosa do pré-sal, realizado no Rio de Janeiro (RJ) na manhã desta quarta-feira (6). Mato Grosso, que projetava receber cerca de R$ 665 milhões, deve ficar com R$ 322,4, milhões, recurso que deve chegar aos cofres do Estado ainda este ano e que vai ser usado para cobrir o déficit da previdência.

Leia também
Mauro prioriza rombo na Previdência e descarta usar R$ 665 mi do pré-sal para pagar salários


A expectativa do Governo Federal era de uma arrecadação de R$ 106,6 bilhões, mas como não houve interessados em duas das quatro áreas colocadas no leilão, o valor arrecadado ficou em R$ 69,9 bilhões.

Do total arrecadado, R$ 34,6 bilhões serão pagos a Petrobrás. Já o restante será dividido em 14% para os estados e Distrito Federal; 15% para os municípios/ 3% para o estado do Rio de Janeiro e 67% para União.

Como dois blocos ficaram encalhados, os estados vão receber cerca de R$ 5,3 bilhões, assim como os municípios. A estimativa inicial era de R$ 10,8 bilhões.

A previsão para Mato Grosso, que era de R$ 665 milhões com o arremate das quatro áreas, acabou caindo para R$ 322,4 milhões, dinheiro, que pelas normas só podem ser gasto com investimentos e com a previdência no Estado.

O cálculo da distribuição definido pelo Congresso é feito com os dois terços do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e um terço seguindo as regras referente ao Fundo de Auxílio à Exportação (FEX) e Lei Kandir, que ainda deixa Mato Grosso como um dos maiores beneficiados por ser um estado exportador.
 

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Zeca
    07 Nov 2019 às 09:05

    Gostei da publicação do Peterson, por buscar e mostrar as fontes. Agora faço uma comparação interessante: O estado de São Paulo tem 45.540 milhões de habitantes. Servidores ativos e inativos (folha) 602.000 = 1.32%. Mato Grosso tem 3.442.000 habitantes e 114.000 servidores ativos e inativos (folha), que corresponde a 3,31%, ou seja, MT tem quase três vezes mais em percentual de servidores que São Paulo. Por quê? Daí não há arrecadação que seja capaz de manter o pesado e inflacionado estado pela folha de pagamento.

  • Raquel
    06 Nov 2019 às 18:24

    Não deveria receber nada.

  • Peterson
    06 Nov 2019 às 17:50

    Mato Grosso sera o 5 estado que mais receberá recursos, na frente de estados como SP, RS, PE. É muito dinheiro... 1 º RJ 1,164 (tem percentual diferenciado e recebe mais 3% que outros estados) 2º MG 417 3º BA 375 4º PA 347 5º MT 327 6º SP 311 7º MA 277 8º PE 250 9º CE 249 10º PR 243 https://www.poder360.com.br/economia/saiba-quanto-cada-estado-vai-receber-do-megaleilao-do-pre-sal/

  • Chico Bento
    06 Nov 2019 às 17:15

    322 milhões é muito dá para fazer muita coisa. Agora se for usado para pagamento de folha, não vira nada, pois nosso estado tem mais servidores ativos, inativos e aposentados do que qualquer outro.

  • Elias
    06 Nov 2019 às 15:06

    Já estavam gastando por conta...contando com o ovo no cu da galinha..lol como sempre a galinha do Bolsonaro só da peidos...muita inocência acreditar no bozo..fala sério..

Sitevip Internet