Olhar Direto

Terça-feira, 11 de agosto de 2020

Notícias / Cidades

Homem tem rosto dilacerado após ser atacado por onça no Pantanal

Da Redação - Wesley Santiago

14 Nov 2019 - 08:10

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto/Ilustração

Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa

Um homem, que não teve o nome divulgado, foi atacado por uma onça, na última quarta-feira (13), em uma fazenda na região do Pantanal, em Cáceres (220 quilômetros de Cuiabá). O animal dilacerou o rosto da vítima, que precisou ser socorrida ao Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG).

Leia mais:
Polícia localiza envolvidos em mortes de três onças e dono de fazenda será ouvido
 
Ainda não se sabe como o ataque da onça teria ocorrido. O homem chegou ao pronto-socorro no início da tarde de quarta-feira e foi internado no box de emergência do hospital. Ele foi encaminhado para cirurgia, para reconstrução da face e outras partes afetadas.
 
O Olhar Direto apurou que, após se recuperar desta primeira cirurgia, a vítima do ataque deverá ser operada novamente e, posteriormente, encaminhada para uma avaliação de um cirurgião plástico.
 
Não há informações sobre a onça que realizou o ataque.



Mortes de onças

Na última quarta-feira (13), a Polícia Judiciária Civil localizou a propriedade rural no município de Cocalinho (923 quilômetros de Cuiabá), onde três onças-pintadas foram mortas. As imagens dos animais foram divulgadas nas redes sociais. No vídeo, um homem é chamado de matador de onças.

O delegado Valmon Pereira da Silva explicou que o crime ambiental ocorreu há aproximadamente cinco ou seis dias, antes do novo caseiro ser chamado para trabalhar na propriedade. “Os três suspeitos envolvidos na morte e na divulgação das imagens dos animais fugiram, porém, o dono da fazenda já foi identificado e será ouvido”, disse o delegado.

Os policiais foram recebidos por um caseiro que chegou a fazenda há cerca de quatro dias, a pedido do proprietário que alegou que o imóvel estava vazio. Questionado, o funcionário disse que ficou sabendo do vídeo em que as onças aparecem mortas somente depois que chegou à propriedade.

A Polícia Civil continua na procura dos suspeitos da morte dos animais, que responderão por crime ambiental contra a fauna, previsto no artigo 29 da lei 9605/98.

Após confecção de relatório, a documentação será encaminhada para os órgãos ambientais, com objetivo de apurar o crime ambiental por parte dos suspeitos e também do proprietário, assim como a adoção de medidas administrativas cabíveis.

Conforme o vídeo, as onças são dois filhotes e a mãe. Um homem diz que os animais estavam em uma árvore. Depois de mortas, elas foram colocadas em uma caminhonete ao lado de dois cachorros. 

Veja vídeo: 


 

16 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Ariane Cristina Santos lins
    16 Abr 2020 às 20:10

    O cara do vídeo tem cabelo, o que ta no hospital ta careca

  • Myrian
    16 Abr 2020 às 02:18

    Video parece ser bem fake. Li que o cara que esta com o rosto todo mordido nao é o mesmo. Também nao informam COMO o cara foi parar num hospital, se ele estava sozinho no meio da mata. Uma pessoa nao sobreviveria ao ataque de uma onça estando sozinho.

  • Samanta
    15 Abr 2020 às 21:10

    Tem um vídeo no Instagram (sinopdazueira) pelo que ví lá ele não atacou a onça, e essa notícia está equivocada, casos diferentes em uma única página? Leiam e vejam o vídeo.

  • Jonathan Tim
    15 Nov 2019 às 09:09

    A onça apenas se defendeu.

  • D cremilda
    14 Nov 2019 às 18:47

    Que absurdo esse cara deve ser preso

  • Winchester 44
    14 Nov 2019 às 17:21

    Vejo tanta conversa fiada aqui e poucos os que merecem um like, uns metendo política no assunto e outros que nem sabem o que falam. O certo é que o animal está em seu habitat natural e não foi à toa que atacou o homem. Esta onça, como todos os animais silvestres merecem ser preservados, e este homem que foi atacado merece todos os cuidados para se reabilitar. AGORA, É ESTRANHO POIS EU VI AS IMAGENS E NÃO PARECE NEM UM POUCO COM MARCAS DE DENTES OU GARRAS DE UMA ONÇA, PARECE MAIS COM GOLPES COMO DE FACÃO, POR EXEMPLO.

  • JOSEFA PAULA
    14 Nov 2019 às 16:52

    TANTA IMBECILIDADE NOS COMENTARIOS DEFENDENDO O SER HUMANO, PELO AMOR DE DEUS! SÃO ELES QUE INVADEM O HABITAT DELES, ESTÃO QUIETOS EM SEU CANTO

  • jose a silva
    14 Nov 2019 às 16:34

    Cadê aquele delegado demagogo? Mande policiais lá prender a onça por atacar um humano! Temos que deixar de hipocrisia e demagogias baratas, para prestar contas e agradar a idiotas!

  • JUCABALA
    14 Nov 2019 às 16:25

    Certamente o animal não é o culpado, como sugerem os eleitores do Bozo aí embaixo!

  • Rosi Oliveira
    14 Nov 2019 às 11:25

    Meu Deus! Quanta ignorância! É inacreditável ver pessoas criticando um animal selvagem, irracional e que está em seu habitat. Claro que é horrível, chocante, o ataque sofrido por esse homem e ele merece toda a assistência para a sua recuperação, mas o animal não tem culpa. As pessoas que vivem nessas regiões tem que se precaver de todas as formas, pois é mais do que sabido que é o habitat das onças. Punição severa para os que mataram as três onças é o mínimo, pois isso sim é um ato de selvageria, de irracionalidade, de maldade.

Sitevip Internet