Olhar Direto

Sábado, 07 de dezembro de 2019

Notícias / Política MT

Emanuel denuncia Mauro Mendes por perseguição e uso político da Delegacia Fazendária

Da Redação - Érika Oliveira

02 Dez 2019 - 15:09

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Emanuel denuncia Mauro Mendes por perseguição e uso político da Delegacia Fazendária
A crise entre o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e o governador Mauro Mendes (DEM) pode virar caso de polícia. Nesta segunda-feira (02), o emedebista apresentou aos presidente e vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputados Eduardo Botelho (DEM) e Janaina Riva (MDB), respectivamente, uma denuncia de um suposto uso da Delegacia Fazendária (Defaz) para prejudicá-lo politicamente. A acusação está sob análise da Procuradoria da Casa de Leis e será discutida entre os deputados nesta terça-feira (03), durante o Colégio de Líderes.

Leia mais:
Emanuel critica evento de Natal na Arena após veto a festa dos 300 anos: “Vai todo mundo flutuar no campo?”

Conforme apurou a reportagem do Olhar Direto, o governador Mauro Mendes, segundo a acusação de Emanuel, estaria pressionando o delegado-geral da Polícia Civil, Mário Demerval, a abrir procedimentos de investigação contra o prefeito, tanto no bojo da administração da Prefeitura, como em questões relativas à vida pessoal do emedebista – o que incluiria, inclusive, uma operação que estaria prestes a ser deflagrada.

Na semana passada, a Defaz recebeu a denuncia de uma servidora da Secretaria de Saúde, que acusou o prefeito de oferecer cargos na Prefeitura, além de dinheiro, para que os vereadores cassassem o mandato de Abilio Brunini (PSC). A “negociata” teria ocorrido na casa do vereador Juca do Guaraná (Avante), em um condomínio da Capital.

O prefeito nega as acusações e afirmou, em nota, que iria acionar judicialmente as pessoas envolvidas na denúncia.

A Defaz, por sua vez – sob o comando dos delegados Anderson Veiga e Lindomar Aparecido Tofoli – teria decidido não dar prosseguimento às investigações, por entender que não havia provas suficientes que subsidiassem o caso. A decisão, segundo a acusação de Emanuel, motivou pedido de afastamento dos dois delegados, que teriam contrariado a ordem dada por Mendes – via Demerval.

Olhar Direto tentou contato com os deputados Eduardo Botelho e Janaina Riva, mas as ligações não foram atendidas. A deputada, via assessoria de imprensa, informou que ainda vai se inteirar da denúncia e que só deverá falar sobre o caso após a reunião do Colégio de Líderes desta terça-feira, onde o assunto será discutido.

11 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Ggm
    03 Dez 2019 às 07:55

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Gladston
    03 Dez 2019 às 07:29

    Tá mais que na hora dessa molecagem acabar! Eu não votei em nenhum dos dois, mas creio que quem votou acreditava o estar fazendo em homens, não em moleques! É uma vergonha para todo o MT essa picuinha!

  • Marcos
    02 Dez 2019 às 21:31

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Cuiabano
    02 Dez 2019 às 18:24

    O Mané Paletó tem um currículo de coisas sem explicação bem vasto .... Ele se acha santo ... Aposentadoria , Esmeralda, Paletó , Festinha..... E deve pipocar mais coisas em breve. Esse tem passado ...

  • Cuiabano
    02 Dez 2019 às 18:21

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Ana
    02 Dez 2019 às 18:04

    Esse governador resolveu parcelar ate os valores referentes as NOSSAS FERIAS !!! um absurdo fazer isso sem prévio aviso aos servidores!!!!!! VERGONHOSO!!!! Irei acionar a Justiça pois eu e minha familia fomos prejudicados por esse Sr que faz de tudo pra prejudicar a gente

  • patriota brasil
    02 Dez 2019 às 17:59

    Tenho nojo de politica.

  • Ares
    02 Dez 2019 às 17:19

    Vou lhes contar uma coisa que talvez seus professores não ensinaram há 30 anos atrás caiu o muro de Berlim e foram os comunistas que correram para o lado socialista

  • Zeca
    02 Dez 2019 às 16:20

    Cuiabanos, ano que vem é ano de eleições. Vamos trocar esse prefeito e a maioria dos vereadores. S´sabem fazer intrigas e atrasar a cidade cada vez mais. Chega!

  • O atalaia
    02 Dez 2019 às 16:07

    Como todos os mato-grossenses jà observaram, hà, naturalmente uma dose de maledicencia na conduta de EP, que se deixou trair pela propina expressa no vídeo do paletó, mas hà também arrogância e certo grau de acinte, em MM no modo como se refere ao prefeito. Com essa, postura MM busca conquistar o voto dos cidadãos mais esclarecidos e mais preocupados com a escalada da corrupção na administração pública. Quem ganha essa queda de braço?

Sitevip Internet