Olhar Direto

Segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

Notícias / Cidades

PM e Semob podem multar e guinchar veículos estacionados irregularmente em estabelecimentos e parques

Da Redação - Wesley Santiago

07 Dez 2019 - 11:04

Foto: Reprodução/Ilustração

PM e Semob podem multar e guinchar veículos estacionados irregularmente em estabelecimentos e parques
Uma mudança realizada em 2017, no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), permite que veículos sejam multados e até guinchados se estiverem estacionados irregularmente em estabelecimentos privados (shoppings, supermercados, entre outros) e parques. A questão foi levantada após guardas municipais de Tangará da Serra (244 quilômetros de Cuiabá) autuarem condutores que tinham parado em vagas destinadas a idosos e deficientes físicos.

Leia mais:
Motoristas são multados em estacionamento de supermercado
 
O secretário de Mobilidade Urbana (Semob), Antenor Figueiredo, explicou que o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) permite este tipo de fiscalização mediante termo de cooperação entre estes estabelecimentos e a Pasta.
 
“Além disso, os agentes de trânsito devem ser acionados pelas empresas para que as operações aconteçam. Em casos de denúncias feitas por munícipes em estabelecimentos privados, orientamos que os mesmos procurem a gerência do empreendimento, que deverá entrar em contado com a Semob”, acrescentou o secretário.
 
O comandante do Batalhão de Polícia Militar de Policiamento de Trânsito Urbano e Rodoviário (BPMTRAN), tenente coronel Adão César Rodrigues da Silva, explicou que a mudança no CTB ocorreu em 2017, permitindo esta fiscalização em estabelecimentos comerciais e privados de livre acesso.
 
As normas de estacionamento como vagas exclusivas, por exemplo, são passíveis de fiscalização e notificação. A multa é gravíssima se pegar vaga reservada (R$ 293,47). Além disto, também cabe, até mesmo, a remoção do veículo.
 
“Se estacionar em local que impossibilite a trafegabilidade, por exemplo, em local proibido de forma que impeça a circulação de outro veículo estacionado, pode gerar notificação e remoção também com multa de natureza média”, explicou o comandante.
 
Este ano, o BPMTRAN, a Semob e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) fizeram campanhas de educação para conscientizar os condutores quanto aos estacionamentos em vagas privativas. A ação foi realizada no Pantanal Shopping e no supermercado Big Lar.

Multas em supermercado

Guardas municipais de Tangará da Serra (244 quilômetros de Cuiabá) multaram, na última semana, diversos motoristas que estavam estacionados de forma irregular no estacionamento de um supermercado da cidade. 

Os condutores tiveram de apresentar aos agentes a CNH, e àqueles estacionados em vagas especiais, foram advertidos e multados.
 
Desde novembro de 2017, entrou em vigor a Lei 13.281, que alterou o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), considerando infração gravíssima estacionar irregularmente em vagas exclusivas para pessoas com deficiência ou idosos, além da mudança no valor da multa (de R$ 127,69 para R$ 293,47), permitindo a remoção do veículo e sete pontos na carteira.

7 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • MARCELO
    08 Dez 2019 às 10:32

    Concordo com a Fiscalização, mais a SEMOB tem que orientar o transito, não vejo isso em Cuiabá, estou a 6 anos aqui e não vejo este tipo de inteligência de transito, como vemos no Rio de Janeiro e São Paulo

  • Regina
    07 Dez 2019 às 21:00

    Daqui a pouco vão entrar nas garagens residenciais para multar e guinchar. O Governo está dedicado na arrecadação!!!

  • Eduardo
    07 Dez 2019 às 13:15

    Está correto. Tem gente abusada. Direto vejo pessoas jovens ou de meia idade, com saúde perfeita, estacionando em vagas destinadas a isosos, deficientes e gestantes. E não venham com essa historinha de indústria da multa, quem respeita a legislação não é multado. Tenho habilitação a mais de 20 anos e só fui multado duas vezes onde realmente cometi infrações. A sociedade tem que reconhecer seus erros e parar se arrumar desculpas para justificar seus atos.

  • Mel
    07 Dez 2019 às 12:27

    Até que enfim Cuiabá terá esse tipo de fiscalização. Vagas reservadas ñ são respeitadas em shopping e supermercados. Fico furiosa em ver pessoas normais estacionando em vagas de idosos, deficientes ou gestantes. É só qdo doer no bolso mesmo que as pessoas irão se educar. A semob podia informar a população o número do zap para que possamos enviar fotos com as denúncias. Seremos fiscalizadores tbm.

  • João Campos
    07 Dez 2019 às 11:50

    Enquanto isso os bairros periféricos parece uma cidade sem lei. Som altíssimo , bagunça geral, sinalizações precárias ou não existe , asfaltos ruins , isso quando se tem. Motoqueiros fazendo badernas , etc etc etc. E querem fiscalizar shopping e supermercado. É pra acabar com o cidadão de bem mesmo.

  • Jose neto
    07 Dez 2019 às 11:48

    Isso tem que ser respeitado com certeza. Mas agora com essa industria de multas de cuiaba vai começar a revolta dos amarelinhos pelos despreparo que essa guarda tem. Em vez de orientar primeiro ou adivertir ja vai multando.

  • João Edson Fanaia
    07 Dez 2019 às 11:34

    Medida correta, sobretudo, no caso de idosos e portadores de necessidades especiais. Principalmente em supermercados, poucos são os que respeitam as normas estabelecidas.

Sitevip Internet