Olhar Direto

Terça-feira, 11 de agosto de 2020

Notícias / Política MT

Jayme é contra fundo partidário e defende que candidatos financiem a própria campanha

Da Redação - Vinicius Mendes

09 Dez 2019 - 07:55

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Jayme é contra fundo partidário e defende que candidatos financiem a própria campanha
O senador Jayme Campos (DEM) afirmou que é contra a existência de fundo partidário e defende que quem quer ser candidato que financie a própria campanha. O parlamentar também afirmou que é contra o pagamento de alguns benefícios a membros do Congresso Nacional e do Poder Judiciário, principalmente em um momento de crise.
 
Leia mais:
Selma critica Congresso por abrir brecha para aumento de fundo eleitoral
 
O Congresso Nacional derrubou o veto do presidente Jair Bolsonaro (PSL), abrindo brecha para o aumento do fundo eleitoral no próximo ano. O veto foi feito pelo presidente da República ao artigo da minirreforma eleitoral, não permitindo que o valor do fundo eleitoral tivesse como teto o total de emendas da bancada estadual, que em 2020 serão de R$ 6 bilhões, cerca de R$ 5,3 bilhões a mais do que os R$ 1,7 bilhão que atualmente abastece os partidos. O senador Jayme Campos afirmou que é contra a existência do fundo eleitoral.
 
“Eu particularmente sou contra, acho que não tinha que ter fundo partidário coisíssima alguma, quem quisesse ser candidato que seja com recursos próprios ou doações de quem quer que seja, agora, não deve o tributo recolhido dos cofres do Governo Federal ser repassado ao fundo partidário, eu vou votar contra se este processo estiver em votação no Senado”.
 
O senador ainda afirmou que também é contra o pagamento de outros benefícios a senadores, deputados ou magistrados, principalmente quando se considera o momento de crise que o país enfrenta.
 
“Como ontem eu assinei um projeto de lei do senador Paulo Paim (PT-RS), que é acabar o pagamento de hotel, carro, a senadores, deputados federais e juízes, eu sou a favor que acabe com tudo. Eu acho que em um momento de crise, que o Brasil precisa de dinheiro para tudo, para educação, saúde, segurança, agora, R$ 3,8 bilhões que está previsionado a fundo partidário, eu acho que isso é um escárnio, é muito ruim para o país, não dá nenhum bom exemplo, eu sou favorável que acabe-se com fundo partidário”.

13 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Roseni
    10 Dez 2019 às 04:56

    Deveria tbem ser contra usar verba pública para abastecer avião particular!!!! Vergonha!!!

  • Moacir
    09 Dez 2019 às 15:00

    Além do fundo partidário, tem as multas dos inteligentes que não votam na eleição. 3,51 se transformam em 351 milhões fácil fácil . Quem não vota, financia a candidatura e a corrupção

  • Chacal
    09 Dez 2019 às 14:42

    Dono de Bulicho em Várzea Grande, não tem dinheiro para competir com os barões.

  • Zumbi
    09 Dez 2019 às 10:52

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Chico Bento
    09 Dez 2019 às 10:16

    É contra mas no momento da aprovação não ouvi um pio de sua parte senador. E olha que votei no senhor heim?

  • Igor
    09 Dez 2019 às 09:43

    Pois é senhor senador. Agora fica fácil se colocar contra e criticar, já foi aprovada mesmo. Não vi esta sua oposição quando dos debates ou da votação da proposta. Demagogia pura.

  • alex r
    09 Dez 2019 às 09:02

    QUEM TEM QUE BANCAR CANDIDATURA É PARTIDO! PRA ISSO QUE TEM FILIAÇÃO!

  • marcelo cunha
    09 Dez 2019 às 08:54

    NÃO PEDI PRA NINGUÉM SER CANDIDATO, ENTÃO, CADA UM QUE SE VIRE PRA BANCAR SUA CAMPANHA, AGORA, TIRAR DINHEIRO DA SAÚDE E EDUCAÇÃO QUE JÁ É UMA MERDA NÃO DA NÉ.

  • marta
    09 Dez 2019 às 08:52

    agora vai ficar mais facil, ne. ja ganhou dinheiro com a politica agora pode bancar a propria campanha.

  • Claudio Coelho Barreto Junior
    09 Dez 2019 às 08:48

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet