Olhar Direto

Terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

Notícias / Cidades

Batalhão Ambiental resgatou mais de mil animais e apreendeu 18 toneladas de pescado em 2019

Da Redação - José Lucas Salvani

05 Jan 2020 - 07:58

Foto: PMMT

Filhote de onça foi resgatado em Jaciara

Filhote de onça foi resgatado em Jaciara

Entre o dia 1º de janeiro de 2019 e 26 de dezembro do mesmo ano, o Batalhão de Proteção Ambiental resgatou 1050 animais silvestres, dos quais 344 já foram devolvidos ao seu habitat natural. Durante este período, o Batalhão apreendeu 18 toneladas de pescado irregular e mais 341 peças de peixes.

Leia mais:
Motociclista bate em onça morta no meio da estrada e fica ferido; animal tinha filhotes

No período de quase um ano, 51.807 cidadãos foram abordados e orientados, 20.904 veículos e 1635 embarcações revistadas, o que resultou na apreensão de 129 veículos empregados na prática de crimes ou infrações ambientes. Também foram apreendidas 1116 munições intactas e 76 armas de fogo utilizadas para a captura e abate de animais silvestres.

O patrulhamento fluvial conseguiu apreender 447 materiais de pesca que estavam sendo empregados em situação irregular, 19 embarcações e três motores de popa. Foram ainda apreendidos 108 espinheis, 208 redes, 90 tarrafas empregados para pesca predatória, além de 18 toneladas de pescado irregular e mais 341 peças de peixes, fruto de pesca predatória que resultaram em crimes e ou infrações ambientais.

Em 2019, o batalhão confeccionou 1,8 mil boletins de ocorrência, 963 autos de inspeção, 509 autos de infração, 478 termos de apreensão, 63 de notificações e 106 de embargos e interdições.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • joaoderondonopolis
    05 Jan 2020 às 10:50

    Se os criminosos perdessem os veículos, e tudo que forem encontrados com os mesmos e ainda todos presos por um período de 5 anos e sem recursos. As nossas leis são frágeis. Termina tudo em samba.

  • PM ambiental desmotivado
    05 Jan 2020 às 08:54

    Olha 18 toneladas de pescado em 2019 não foi tudo isso, já os animais registados variam de 900 a 1000 não passa disso, mas isso tudo vem acontecendo graças aos policiais militares linha de frente que não tem material adequado para resgates onde várias vezes os próprios policiais tiram de seu salário para ter algum material, para o patrulhamento fluvial as embarcações não são adequadas para trabalhar em período noturno não temos um batalhão adequado e que está caindo literalmente em nossas cabeça dos policiais o nobre comandante da unidade ele só está preocupado em sair coronel fechado! Esse comandante lá e nada e a mesma coisa! As viaturas não são apropriadas para o serviço que e realizado, não atendemos apenas a baixada cuiabana e sim todo o estado, sem os meios necessários para fazer o trabalho ainda sim o serviço sai e não está bom, resumindo não temos nada e fazemos muito, fazemos literalmente o serviço da SEMA.

Sitevip Internet